SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue4Quality of fresh-cut crisphead lettuce stored under refrigeration and two packaging systems author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

SUDRE, Cláudia P et al. Recursos genéticos de hortaliças: as atividades nas coleções brasileiras de germoplasma retratadas nas publicações da Associação Brasileira de Horticultura. Hortic. Bras. [online]. 2007, vol.25, n.4, pp. 496-503. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000400002.

A pesquisa com recursos genéticos vegetais é essencial tanto para a conservação da diversidade genética, quanto para o estudo da divergência entre acessos, base para programas de melhoramento. Com objetivo de conhecer o estado-da-arte nesse tema, foram identificados os trabalhos relacionados a recursos genéticos de hortaliças publicados na " Revista de Olericultura" e " Horticultura Brasileira" , de 1961 a 2006. Foram anotadas as espécie(s) estudada(s), a instituição de origem do primeiro autor, o ano de publicação, os softwares utilizados, o número de acessos, o número de descritores e o número de técnicas multivariadas aplicadas em cada artigo. Com base nessas caraterísticas, os artigos foram agrupados utilizando análise multivariada. No período pesquisado, 61 artigos trataram, sob algum aspecto, de recursos genéticos. Desses, 91,8% foram publicados a partir de 1990, com concentração de 2001 a 2005 (60,7%), com 57,3% deles utilizando pelo menos uma técnica multivariada, com média de 2,3 e máximo de seis técnicas por artigo. O método de agrupamento de Tocher foi o mais utilizado, relatado em 34% dos artigos. Os artigos cobriram 25 espécies. Dentre elas, Capsicum foi o gênero mais pesquisado, tanto em relação ao número de artigos (sete), quanto em número de acessos estudados (664). As instituições de pesquisa da região Sudeste concentraram o maior número de artigos. Se somadas, UFV, UENF, Embrapa Hortaliças e UNESP Campus de Jaboticabal foram responsáveis por 45% dos trabalhos publicados no tema. Houve um aprimoramento das técnicas estatísticas utilizadas na análise dos dados, sobretudo devido ao desenvolvimento e uso de softwares de fácil compreensão. O programa GENES foi o mais referenciado. Entretanto, quase a metade dos autores não citou o programa estatístico utilizado para a análise dos dados. Os descritores de caracterização morfoagronômica quantitativos e de avaliação foram os mais estudados. A análise multivariada permitiu classificar os artigos em nove grupos.

Keywords : revisão; análise multivariada; diagnóstico; diversidade genética; olerícolas.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English