SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número1Resistência de clones de batata‑doce a Meloidogyne javanicaPotencial agronômico de híbridos de minitomate com hábito de crescimento determinado e indeterminado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

CAMPAGNOL, Rafael; MATSUZAKI, Ricardo T  e  MELLO, Simone C. Condução vertical e densidade de plantas de minimelancia em ambiente protegido. Hortic. Bras. [online]. 2016, vol.34, n.1, pp.137-143. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620160000100021.

O consumo de produtos diferenciados como mini hortaliças vem crescendo nos últimos anos. Esse nicho de mercado é de grande interesse dos horticultores por alcançar maior remuneração comparado aos produtos tradicionais. Exemplo desse produto é a minimelancia, que vem sendo cultivada não somente em campo, mas também em casas-de-vegetação. Nesse último sistema, as plantas devem ser cultivadas no sentido vertical e podadas. Desta forma, objetivou-se com esse estudo verificar a influência de três sistemas de condução (S1= uma haste e um fruto por planta conduzido na haste principal; S2= uma haste e um fruto por planta conduzido na haste secundária; e S3= duas hastes e um fruto por planta conduzido na haste principal) e duas densidades de plantas (2,4 e 4,8 plantas/m2) sobre as características vegetativas, produtivas e físico-químicas de minimelancia cultivada no sistema vertical. A condução das plantas com duas hastes e um fruto elevou a produtividade por área, sem diferir de S1. Para esse sistema de condução, a densidade de cultivo de 4,8 plantas/m2 elevou a produtividade em aproximadamente duas vezes a alcançada pela densidade de 2,4 plantas/m2, contudo, com redução de 12,5% na massa média dos frutos. Independente da densidade de cultivo e do sistema de condução de plantas utilizados, os frutos apresentaram qualidade adequada para a comercialização e as produtividades foram de 2 a 4 vezes superiores à média nacional de melancia cultivada no sistema rasteiro.

Palavras-chave : Citrullus lanatus; poda; cultivo vertical; cultivo protegido..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )