SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1COMPLICAÇÕES APÓS O PROCEDIMENTO DE SOAVE TRANSABDOMINAL EM CRIANÇAS COM DOENÇA DE HIRSCHSPRUNGETAPAS E FATORES DO “PROCESSO PERIOPERATÓRIO”: PONTOS EM COMUM COM A INDÚSTRIA AERONÁUTICA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

versão impressa ISSN 0102-6720versão On-line ISSN 2317-6326

Resumo

SALES-PERES, Silvia Helena de Carvalho et al. PADRÃO ÓSSEO ALVEOLAR E NÍVEIS SALIVARES DE LEPTINA ENTRE MULHERES OBESAS NA PRÉ-MENOPAUSA. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2019, vol.32, n.1, e1422.  Epub 07-Fev-2019. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-672020180001e1422.

Racional:

A perda óssea sistêmica pode levar à destruição periodontal mais severa, diminuindo a densidade mineral óssea local.

Objetivo:

Investigar as associações entre padrão ósseo alveolar, concentrações de leptina salivar e estado periodontal em mulheres obesas na pré-menopausa e eutróficas.

Métodos:

Foram avaliadas 30 mulheres com obesidade mórbida (G1) e 30 com peso normal (G2). Foram analisadas as medidas antropométricas e periodontais (profundidade de sondagem - PS, nível clínico de inserção - NCI, presença de cálculo, sangramento à sondagem - SS e acúmulo de placa). O impacto da saúde bucal na qualidade de vida foi mensurado por meio do questionário OHIP-14. Radiografia panorâmica foi utilizada para obter o índice mandibular panorâmico (PMI), índice cortical mandibular (MCI) e índice mental (MI); já a radiografia periapical intraoral (AF) para medir o volume ósseo trabecular total. A leptina salivar foi coletada no período da manhã com a paciente em jejum.

Resultados:

Os grupos 1 e 2 diferiram em todos os aspectos antropométricos, exceto em estatura. Profundidade de bolsa, cálculo, SS e índice de placa foram piores no G1. Não foram encontradas diferenças entre os grupos considerando o OHIP. Indivíduos com peso normal apresentaram maior proporção de trabéculas ósseas densas do que os obesos para pré-molares, mas não para molares. Índices radiomorfométricos não diferiram entre os grupos e estavam dentro de valores normais. A concentração de leptina esteve associada ao IMC.

Conclusão:

A obesidade afetou as condições periodontais, o padrão ósseo alveolar e a concentração de leptina salivar.

Palavras-chave : Obesidad; Qualidade de vid; Leptin; Doenças periodontai; Perda óssea alveolar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )