SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2Reduction of risks from the perspective of the practitioners of barebacking: opportunities and challengesWhat do you mean by "teacher"?psychological research on teacher professional identity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia & Sociedade

Print version ISSN 0102-7182

Abstract

ROSA, Rogério Machado. Docência e subjetivação: cartografia das forças que criam um corpo-masculino-menor. Psicol. Soc. [online]. 2012, vol.24, n.2, pp. 337-343. ISSN 0102-7182.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822012000200011.

Discutir como professores de Ensino Médio, que não correspondem ao modelo de masculinidade hegemônico vigente em nossa sociedade, constroem e experienciam seus corpos e suas masculinidades na relação com atividade docente: nisso constituiu-se o objetivo deste texto. Analiso excertos narrativos, obtidos em entrevistas semiestruturadas, de cinco professores (Coringa, Davi, Dionísio, Híbrido e Ricardo) para tecer considerações que sugerem que os corpos e as masculinidades não hegemônicos dos professores são potencializados em seu processo constitutivo, nos encontros que estabelecem com os discentes. A sala de aula e outros espaços da escola tornam-se pontos de encontros onde ocorrem trocas de saberes, experiências e afetos que produzem transformações nos corpos e nos modos de ser homem desses sujeitos. A relação pedagógica entre alunos/as e professores torna-se um espaço produtor de heterotopias: forças desejantes e criativas que incidem sobre a construção de corporeidades-masculinas-docentes, isto é, neles instaura uma nova estética da existência.

Keywords : corpo; masculinidades; docência; estética da existência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese