SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número3Reflexões e narrativas (auto)biográficas sobre as relações intergeracionais: resultados de uma intervenção socioeducativa com mulheres idosasPreocupação com a honra no Nordeste brasileiro: correlatos demográficos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Psicologia & Sociedade

versão On-line ISSN 1807-0310

Resumo

CALEGARE, Marcelo Gustavo Aguilar; HIGUCHI, Maria Inês Gasparetto  e  FORSBERG, Sylvia Souza. Desafios metodológicos ao estudo de comunidades ribeirinhas amazônicas. Psicol. Soc. [online]. 2013, vol.25, n.3, pp.571-580. ISSN 1807-0310.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822013000300011.

Neste artigo temos por objetivo tecer algumas considerações metodológicas necessárias aos estudos e pesquisas de campo, realizados em comunidades ribeirinhas amazônicas, a partir da Psicologia Social. Fruto de nosso contato e experiência com povos e comunidades tradicionais desta região do país, este estudo enfatiza quais as condições mínimas para que uma pesquisa nessas localidades seja possível. Também argumentamos a respeito do trabalho de campo, que exige uma atitude científica de reconhecimento da não neutralidade e do compromisso ético e político do ato de pesquisar. Abordamos ainda algumas diretrizes mais específicas e importantes para que o psicólogo social possa guiar-se em pesquisas com comunidades ribeirinhas amazônicas. Por fim, trazemos algumas sugestões de técnicas e instrumentos pertinentes às investigações realizadas nessas localidades.

Palavras-chave : comunidades ribeirinhas amazônicas; metodologia; psicologia social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons