SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2Congenital heart defects and extracardiac malformationsThe vulnerabilities in childhood and adolescence and the Brazilian public policy intervention author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Paulista de Pediatria

Print version ISSN 0103-0582

Abstract

PEREIRA, Helen Rose C.; BOBBIO, Tatiana Godoy; ANTONIO, Maria Ângela R. G. M.  and  BARROS FILHO, Antônio de Azevedo. Obesidade na criança e no adolescente: quantas calorias a mais são responsáveis pelo excedente de peso?. Rev. paul. pediatr. [online]. 2013, vol.31, n.2, pp.252-257. ISSN 0103-0582.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822013000200018.

OBJETIVO: Revisar os principais artigos referentes ao tema desequilíbrio energético e obesidade, a fim de quantificar o excedente energético diário associado ao ganho de peso em crianças e adolescentes. FONTES DE DADOS: Artigos publicados nos últimos dez anos, indexados nas bases de dados eletrônicas Medline (Pubmed) e SciELO-Br. Na base de dados Medline, utilizou-se o descritor "energy gap", termo que descreve os valores energéticos associados às modificações no peso corporal em indivíduos ou populações. Na base de dados SciELO-Br, utilizaram-se os descritores "obesidade", "metabolismo energético", "balanço energético" e "desequilíbrio energético", devido ao fato de não terem sido encontrados artigos nacionais que discutissem o assunto "energy gap". SÍNTESE DOS DADOS: Na população infantil, quatro estudos foram realizados e indicam que crianças e adolescentes estão gradualmente ganhando peso devido a um pequeno, mas persistente, balanço energético positivo diário, 70 a 160kcal acima do total calórico adequado para o crescimento. Os valores encontrados sugerem que pequenas modificações nos hábitos diários de alimentação e de atividade física seriam suficientes para evitar futuros ganhos de peso nessa população. CONCLUSÕES: O ganho gradual de peso pode ser explicado por pequena média diária de balanço energético positivo, de 70 a 160kcal acima do total calórico adequado para o crescimento. O incentivo às pequenas modificações nos hábitos alimentares e de atividades físicas que promovam a redução de 160kcal diárias pode ser uma prática acessível, a fim de barrar o ganho de peso nessa população.

Keywords : obesidade; criança; adolescente; metabolismo energético; ingestão de energia; ganho de peso.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License