SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2The sociology of reflexive modernization and its limitsMarkets globalization and quality patterns: wine, challenging the French model author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Tempo Social

Print version ISSN 0103-2070

Abstract

STEINER, Philippe. A doação de órgãos: a lei, o mercado e as famílias. Tempo Soc. [online]. 2004, vol.16, n.2, pp. 101-128. ISSN 0103-2070.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702004000200005.

O artigo compara a organização atual da doação de órgãos post mortem com os projetos de criação de um mercado de órgãos para transplante. Umagrande semelhança aparece entre esses dois dispositivos, já que um limita ou impede a expressão das relações sociais (princípio do anonimato da doação) e o outro elimina essas relações em proveito de uma relação contratual. O artigo compara, em seguida, a doação de órgãos às leis de sucessão e ao seguro de vida. Desse modo, fica claro que a família intervém nos três casos para pôr em contato os valores últimos e a transmissão dos recursos no momento do falecimento.

Keywords : Doação de órgãos; Famílias; Mercado; Sociologia econômica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese