SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3A percepção de enfermeiros sobre o cuidar de pacientes com problemas físicos que interferem na autoimagem: uma abordagem fenomenológicaSignificados do cuidar na promoção da saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-1169

Resumo

FRANCO, Betina; RABELO, Eneida Rejane; GOLDEMEYER, Silvia  e  SOUZA, Emiliane Nogueira de. Pacientes com infarto agudo do miocárdio e os fatores que interferem na procura por serviço de emergência: implicações para a educação em saúde. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2008, vol.16, n.3, pp. 414-418. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692008000300013.

Com o objetivo de estimar o tempo decorrido entre o início dos sinais e sintomas do infarto até a chegada ao setor de emergência cardiológica (delta T) e os fatores que influenciaram esse processo, estudou-se 112 pacientes, com o diagnóstico de infarto com supradesnível do segmento ST. O delta T foi, em média, de 3h59min±2h55min, sendo que 99(88%) desses pacientes procuraram por serviço de emergência uma hora após o início do evento. Pacientes solteiros apresentaram delta T menor em relação aos demais (p=0,006), assim, como aqueles que reconheceram os sintomas como evento cardíaco; dor torácica em ardência foi relatada por 25(24%) pacientes, sendo que a primeira atitude tomada diante desses sintomas foi a automedicação 37(33%). Concluiu-se que o reconhecimento dos sinais e dos sintomas de infarto agudo do miocárdio (IAM) pelo paciente é fator determinante para a procura por atendimento especializado.

Palavras-chave : infarto do miocárdio; sinais e sintomas; tempo; enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · pdf em Português | Inglês | Espanhol