SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue4Participating in a support group: experience lived by women with breast cancerIndicators of healthcare results: analysis of adverse events during hospital stays author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

MIASSO, Adriana Inocenti; CASSIANI, Silvia Helena De Bortoli  and  PEDRAO, Luiz Jorge. Transtorno afetivo bipolar e terapêutica medicamentosa: identificando barreiras. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2008, vol.16, n.4, pp. 739-745. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692008000400014.

Este estudo identificou as barreiras enfrentadas pela pessoa com Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) frente à necessidade de uso contínuo de medicamentos. Foi utilizada a abordagem qualitativa, tendo como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados, à luz do Interacionismo Simbólico. Participaram do estudo 14 pessoas com TAB que estavam em acompanhamento em um ambulatório de transtornos do humor de um hospital universitário e 14 familiares indicados pelas mesmas. A entrevista e observação foram as principais formas de obtenção de dados. Os resultados revelaram duas categorias que descrevem as barreiras enfrentadas pela pessoa com TAB: ter perdas afetivas e cognitivas e ter várias limitações. Constatou-se que a pessoa com TAB sente-se ambivalente em relação à adesão à terapêutica medicamentosa, pois percebem que, qualquer que seja a direção adotada, ela o conduzirá a um contexto de preconceito, de perdas e limitações nas várias esferas da vida cotidiana.

Keywords : transtorno bipolar; automedicação; relações interpessoais.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese