SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue4Representations of Primary Care Professionals about the Occupational Risk of HIV InfectionHumanization of Care from the Perspective of the Family Health Strategy Teams in a City in the Interior of São Paulo, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

COSTA, Viviane de Souza Pinho; MELO, Marcia Regina Antonietto Costa; GARANHANI, Mara Lúcia  and  FUJISAWA, Dirce Shizuko. Representações sociais da cadeira de rodas para a pessoa com lesão da medula espinhal. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2010, vol.18, n.4, pp. 755-762. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692010000400014.

Na busca por compreender a representação social do uso da cadeira de rodas, através da análise de entrevistas com dez pessoas que sofreram lesão da medula espinhal, elaborou-se a construção de cinco representações. O fenômeno vivenciado sobre a cadeira de rodas possibilitou uma trajetória de significados e simbologias: equipamento indispensável, após a pessoa perceber a incapacidade para andar, símbolo de deficiência quando vivencia a dependência funcional; meio de locomoção e transporte após o resgate de seus potenciais funcionais, passa a integralizar parte ou todo o seu corpo e, por fim, emerge a concepção de autonomia sob quatro rodas, pela adaptação à sua nova capacidade de locomoção. A cadeira de rodas, como extensão do corpo modificado pela lesão medular, ao devolver-lhe o direito de locomoção, presenteia-o não só com a autonomia para vários atos da vida, como lhe devolve a dignidade, tão essencial à vida humana.

Keywords : Traumatismos da Medula Espinhal; Cadeiras de Rodas; Pessoas com Deficiência; Locomoção.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese