SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Symptoms of depression in patients with cancer of the head and neck undergoing radiotherapy treatment: a prospective studyThe meanings of death and dying: the perspective of crack users author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latino-Americana de Enfermagem

Print version ISSN 0104-1169

Abstract

QUEIROZ, Elisangela Martins de; DE-LA-TORRE-UGARTE-GUANILO, Mónica Cecilia; FERREIRA, Kuitéria Ribeiro  and  BERTOLOZZI, Maria Rita. Tuberculose: limites e potencialidades do tratamento supervisionado. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2012, vol.20, n.2, pp. 369-377. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692012000200021.

Objetivou-se analisar potencialidades e limites da estratégia do tratamento supervisionado (DOTS) para a tuberculose, sob a percepção de usuários em tratamento e de trabalhadores de saúde de uma supervisão técnica de saúde do município de São Paulo. Entrevistaram-se 4 usuários e 17 profissionais de saúde de nove unidades básicas de saúde, entre abril e junho de 2006, após consentimento livre e esclarecido. Os depoimentos foram decodificados segundo a técnica de análise de discurso. Adotou-se a teoria da determinação social do processo saúde/doença como referencial teórico. Foram potencialidades: criação de vínculo entre profissional/usuário e incentivos ao tratamento, o que favorece a adesão. Foram limites: restrito envolvimento dos profissionais no DOTS e conciliar horário de trabalho do usuário com a supervisão. Reitera-se que a adesão ao tratamento transcende o âmbito biológico, sendo fundamental que os trabalhadores de saúde reconheçam os usuários como portadores de necessidades, não se restringindo apenas à supervisão da tomada de medicamentos.

Keywords : Tuberculose; Terapia Diretamente Observada; Cooperação do Paciente; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · pdf in English | Spanish | Portuguese