SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Tuberculosis: limitations and strengths of Directly Observed Treatment Short-CourseQuality of life of a person with Parkinson's disease and the relationship between the time of evolution and the severity of the disease author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Latino-Americana de Enfermagem

On-line version ISSN 1518-8345

Abstract

SILVA JUNIOR, Fernando José Guedes da  and  MONTEIRO, Claudete Ferreira de Souza. Os significados da morte e do morrer: a perspectiva de usuários de crack. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2012, vol.20, n.2, pp.378-383. ISSN 1518-8345.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692012000200022.

O consumo de crack pode constituir-se em forma inautêntica da existência que leva a pessoa a viver de forma imprópria o ser-para-a-morte. Diante dessa realidade, objetivou-se compreender o significado da morte e do morrer para o usuário de crack e desvelar os sentidos atribuídos a esses significados. Realizou-se pesquisa qualitativa, fundamentada no método fenomenológico, com 12 usuários de crack, em processo terapêutico, em um Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e Drogas (CAPSad), no período de fevereiro a abril de 2011, em Teresina, Piauí. Os resultados mostram que a morte é significada, onticamente, por companheira, parceira, passagem, viagem e pelo próprio crack. Conclui-se que esse significado expressa uma vivência inautêntica, direcionada ao convívio incessante do crack, acompanhada por sentimento de nulidade e descompromisso relacional.

Keywords : Morte; Cocaína Crack; Enfermagem.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Spanish | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Spanish ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License