SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2Estrategias Maternas de Alimentación y Actividad Física y su Relación con el Estado Nutricional de los HijosNeutropenia: ocurrencia y manejo en mujeres con cáncer de mama en quimioterapia índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Latino-Americana de Enfermagem

versión On-line ISSN 1518-8345

Resumen

BORGES, Ana Luiza Vilela et al. Anticoncepção pós-abortamento: atenção e práticas. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2014, vol.22, n.2, pp.293-300. ISSN 1518-8345.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.3240.2415.

OBJETIVO:

analisar a atenção em anticoncepção recebida por mulheres durante a hospitalização por abortamento e suas práticas contraceptivas, no mês subsequente a esse episódio.

MÉTODO:

estudo longitudinal com mulheres hospitalizadas por abortamento, em uma maternidade pública da cidade de São Paulo. Foram feitas entrevistas face a face (n=170) e, após um mês, por contato telefônico (n=147) entre maio e dezembro de 2011.

RESULTADOS:

as orientações em anticoncepção e a alta hospitalar com método anticonceptivo prescrito foram referidas por proporção reduzida de mulheres. Houve tendência de significância estatística para a prescrição de método anticonceptivo, ajustado pela idade, na alta hospitalar e o seu uso no mês subsequente. A maioria das mulheres teve relações sexuais (69,4%) com uso de método anticoncepcional (82,4%), mas sem orientação de profissional de saúde (63,1%).

CONCLUSÃO:

apesar da atenção em anticoncepção pós-abortamento estar aquém das diretrizes estabelecidas pelas políticas públicas, as mulheres demonstraram disponibilidade para usar métodos anticonceptivos.

Palabras clave : Anticoncepção; Aborto; Atenção à Saúde.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español | Inglés | Portugués     · Español ( pdf ) | Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )