SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24Inquérito sobre a utilização dos serviços de saúde por homens adultos: prevalências e fatores associados1Estigma e preconceito: vivência dos usuários de crack índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Latino-Americana de Enfermagem

versão impressa ISSN 0104-1169versão On-line ISSN 1518-8345

Resumo

SILVA, Kênia Lara et al. Enfermeiros migrantes no Brasil: características demográficas, fluxos migratórios e relação com o processo de formação. Rev. Latino-Am. Enfermagem [online]. 2016, vol.24, e2686.  Epub 28-Mar-2016. ISSN 0104-1169.  http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.0390.2686.

Objetivo

analisar a migração de enfermeiros no Brasil, descrevendo as características demográficas dos enfermeiros migrantes, os principais fluxos migratórios, estabelecendo relações com o processo formativo.

Método

estudo descritivo exploratório, a partir dos dados do Censo Demográfico do ano 2010. Os dados foram tratados pela estatística descritiva.

Resultado

havia 355.383 enfermeiros residentes no Brasil no ano 2010. Desses, 36.479 (10,3%) relataram movimentação na comparação com o ano 2005, sendo 18.073 (5,1%) por migração intraestadual, 17.525 (4,8%) por migração interestadual e 871 (0,2%) por migração internacional. Predominou, na população de enfermeiros, o sexo feminino (86,3%), a raça/cor da pele branca (65,2%) e o estado civil solteiro (48,3%), sem variações consideráveis entre os grupos, segundo a situação de migração. Os achados indicam fluxos de migração orientados pelo processo de formação para Estados que concentram número de cursos e vagas na graduação e pós-graduação stricto sensu e a motivação por oportunidade de empregos em regiões de expansão econômica do país.

Conclusão

é necessário aprofundar a discussão sobre a movimentação de enfermeiros no Brasil, suas motivações e fluxos migratórios internacionais.

Palavras-chave : Migração; Recursos Humanos de Enfermagem; Educação em Enfermagem.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês | Espanhol     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf ) | Espanhol ( pdf )