SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue10Multidisciplinary protocol for the management of fibromyalgia associated with imbalance. Our experience and literature reviewThe usefulness of Tanita TBF-310 for body composition assessment in Judo athletes using a four-compartment molecular model as the reference method author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

BAGNOLI, Vicente Renato et al. Gynecological cancer and metabolic screening of 1001 elderly Brazilian women. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2019, vol.65, n.10, pp.1275-1282.  Epub Nov 07, 2019. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/1806-9282.65.10.1275.

OBJETIVO

O objetivo deste trabalho foi estudar retrospectivamente alguns dados clínicos, laboratoriais e imagens de um grupo de idosas brasileiras.

MÉTODOS

Estudo observacional retrospectivo realizado com inclusão de 1.001 mulheres brasileiras atendidas no ambulatório de geriatria ginecológica de nossa instituição. Foram analisados: a idade dos pacientes na primeira consulta clínica e a idade na menopausa natural; alguns achados clínicos durante um exame ginecológico; resultados de análises laboratoriais. Considerou-se a relação dessas variáveis com o grupo da idade das mulheres. O teste do qui-quadrado foi utilizado para avaliar os dados e para algumas variáveis, Kruskal-Wallis ou Anova.

RESULTADOS

A avaliação do IMC e da estatura nas diferentes faixas etárias das mulheres mostrou que, com o aumento da idade, há diminuição do IMC e da estatura (p=0,001). Nível anormal de pressão arterial estava presente em 85,45%. De acordo com o grupo de idade, as medidas laboratoriais foram avaliadas pelo método estatístico Kruskal-Wallis, e a Anova mostrou diferença estatisticamente significante apenas no valor da creatinina, com pequeno aumento com a idade. A ultrassonografia pélvica foi alterada com espessura endometrial normal (>5 mm) em 29 (6,14%), mas sem diferença estatística significativa com os grupos de idade, e os ovários mostraram sete (4,04%) com volume anormal (>6,1). Mamografia anormal (BI-Rads 3 ou 4) foi observada em 104 pacientes (12,21%).

CONCLUSÕES

O estudo conclui que, com o aumento da idade, há redução do IMC e da estatura. A hipertensão é morbidade frequente. Os dados laboratoriais e a avaliação de imagens deste estudo são importantes para aumentar o conjunto de informações sobre mulheres idosas e talvez para melhorar a assistência à saúde.

Keywords : Idoso; Mulheres; Menopausa; Índice de Massa Corporal; Neoplasias dos genitais femininos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )