SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Art, medical treatment and insanity: a territory in flux author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

Print version ISSN 0104-5970On-line version ISSN 1678-4758

Abstract

BIRN, Anne-Emanuelle. Saúde infantil na América Latina: perspectivas historiográficas e desafios. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2007, vol.14, n.3, pp.677-708. ISSN 0104-5970.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702007000300002.

Modelos de saúde e bem-estar infantis do passado na América Latina têm sido considerados como subprodutos defasados de experiências européias e norte-americanas. Com base em análise da historiografia recente, este artigo apresenta uma realidade mais complexa: o interesse pela criança e a saúde infantil na América Latina origina-se de um conjunto de condições domésticas e regionais. Com raízes em culturas pré-colombianas, foi relegado à esfera privada no período colonial, exceto quanto à custódia pública de jovens. A partir do século XIX, profissionais, reformadores e políticos de toda a região passaram a considerar a saúde infantil fundamental para a construção das sociedades modernas. As iniciativas que emergiram desde então guardam relação também com prioridades e programas internacionais, não por difusão unidirecional mas sim pela interação de idéias e especialistas. Apesar das abordagens pioneiras sobre direitos e saúde da criança na América Latina, o compromisso com o bem-estar infantil permanece irregular, e em muitos contextos cerceado por condições políticas.

Keywords : saúde da criança; mortalidade infantil; bem-estar da criança; América Latina.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License