SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número1O que é um aborígene? Modos de categorização racial no sudeste da AustráliaA etnografia como extensão da guerra por outros meios: notas sobre a pesquisa com militares índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

SAEZ, Oscar Calavia. O canibalismo asteca: releitura e desdobramentos. Mana [online]. 2009, vol.15, n.1, pp.31-57. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132009000100002.

O canibalismo asteca tem sido objeto de numerosas interpretações que o caracterizaram em termos ecológicos, culturais ou simbólicos, ou como uma peça de propaganda colonial. Uma revisão das fontes mais conhecidas - espanholas, indígenas ou mestiças - mostra que essa procura de explicações abrangentes foi reducionista. Passou por alto a complexidade das fontes, nas quais o canibalismo aparece como um objeto heterogêneo, prescrito ou nefando, dependendo da sua qualificação, dotado de um extenso significado sociológico e apontando para versões divergentes da cosmologia. O artigo propõe também uma comparação entre o canibalismo asteca e os seus equivalentes na costa brasileira e na Amazônia que mostra sua coincidência numa cosmologia transformacional.

Palavras-chave : Canibalismo; Sacrifício; Asteca; Tupi; Amazônia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons