SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue3Current knowledge on the biology of melanocytes in the human hair folliclePapulo-ulcerative eruption in diaper area: case report of Jacquet's erythema author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Anais Brasileiros de Dermatologia

On-line version ISSN 1806-4841

Abstract

LUPI, Omar. Imunoprofilaxia anti-herpética utilizando vírus geneticamente modificado: vacina DISC. An. Bras. Dermatol. [online]. 2003, vol.78, n.3, pp. 345-353. ISSN 1806-4841.  http://dx.doi.org/10.1590/S0365-05962003000300011.

As vacinas anti-herpéticas podem atuar de forma profilática ou terapêutica contra a infecção pelo herpes simples. Diversos tipos de vacinas foram avaliados no passado com resultados pouco efetivos, tais como aquelas que utilizaram vírus vivos, porém atenuados, e as que utilizaram subunidades glicoprotéicas. As novas vacinas do tipo DISC, com partículas infectivas incapacitadas para mais de um ciclo replicativo, são desenhadas para combinar a segurança e as vantagens das vacinas que utilizam vírus atenuados com a imunogenicidade das que usam vírus vivos. Nas vacinas DISC utiliza-se um vírus cujo gene para a glicoproteína H foi removido. Torna-se, assim, capaz de infectar células humanas, exatamente como o vírus natural, mas sua progênie não pode mais completar o ciclo replicativo. São partículas virais não patogênicas, capazes de induzir ampla resposta de linfócitos T citotóxicos e da imunidade humoral contra antígenos herpéticos.

Keywords : herpes simples; glicoproteínas; vacinas; vacinas virais; terapia de genes.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese