SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número67Nos "rigores" da lei: a escolarização da infância na legislação da instrução pública da província do Paraná (1857-1883)A história como experiência formativa em Rousseau índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação

versão impressa ISSN 1413-2478versão On-line ISSN 1809-449X

Resumo

RUSSO, KELLY  e  PALADINO, MARIANA. A lei n. 11.645 e a visão dos professores do Rio de Janeiro sobre a temática indígena na escola. Rev. Bras. Educ. [online]. 2016, vol.21, n.67, pp.897-921. ISSN 1413-2478.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782016216746.

A partir da lei n. 11.645/2008, que estabelece a obrigatoriedade do ensino da história e cultura indígena no ensino básico, a educação brasileira se viu diante de um difícil desafio: modificar sua matriz monocultural para considerar a riqueza e a contribuição da diversidade indígena para a compreensão da cultura e história nacional. O presente estudo investiga a implementação da lei n. 11.645 no estado do Rio de Janeiro. Focaremos nas representações e nas práticas de professores de escolas municipais e estaduais da região do Grande Rio, acerca da lei e do ensino sobre a realidade dos povos indígenas. Para essa análise, realizamos entrevistas, observação em escolas e questionários preenchidos por professores. A relevância deste trabalho se apresenta pela escassez de estudos em relação à aplicação da referida lei no que diz respeito à inclusão da temática indígena na educação básica.

Palavras-chave : lei n. 11.645/2008; história e culturas dos povos indígenas; educação básica; diversidade cultural.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )