SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número2Efeito da irradiação gama (Co60) nas propriedades físicas e físico-químicas do arrozRedução de aminoácidos em rações para frangos de corte suplementadas com fitase e elaboradas de acordo com diferentes planos nutricionais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

LEITE, Daniel Mariano et al. Uso de imagens digitais para avaliação da compactação do solo na cultura do feijão. Ciênc. agrotec. [online]. 2012, vol.36, n.2, pp.217-223. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542012000200011.

A produtividade do feijoeiro no Brasil é considera baixa entorno de 820 kg ha-1, podendo atingir valores acima de 3.000 kg ha-1, vários fatores ambientais podem limitar o bom desempenho da cultura, principalmente os relacionados ao solo. Sendo assim objetivou-se com a realização deste trabalho avaliar a compactação do solo na cultura do feijoeiro em diferentes sistemas de manejo do solo, por meio de imagens digitais. Este trabalho foi realizado na Universidade Federal de Viçosa, utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso com seis repetições, sendo quatros tratamentos avaliados (plantio direto, preparo convencional, cultivo mínimo utilizando grade niveladora-destorroadora e cultivo mínimo utilizando escarificador). Foram avaliados a resposta espectral utilizando índices de vegetação (NDVI, RS, GNDVI, VARI, WDRVI e SAVI), calculados a partir dos valores dos números digitais das imagens e dos valores estimados da reflectância. Para aquisição das imagens foi utilizado uma plataforma contendo duas câmeras digitais, uma sensível na região do visível (RGB) e a outra sensível na região do infravermelho próximo, esta plataforma foi acoplada a um balão inflado com gás hélio. Os índices de vegetação obtidos a partir dos valores dos números digitais das imagens só foram capazes de diferirem os tratamentos aos 70 dias após o plantio. Os índices obtidos pelos valores estimados da reflectância diferiram os tratamentos aos 34 e 70 dias após o plantio.

Palavras-chave : Sensoriamento remoto; manejo do solo; balão não tripulável.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons