SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1Percepção de risco: estudo com trabalhadores de um estaleiro expostos a metaisAdesão ao tratamento para Tuberculose Multidroga Resistente (TBMDR): estudo de caso em ambulatório de referência, Niterói (RJ), Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1414-462Xversão On-line ISSN 2358-291X

Resumo

PALMA, Pamella Valente; LEITE, Isabel Cristina Gonçalves  e  GRECO, Rosangela Maria. Associação entre a qualidade de vida relacionada à saúde bucal e a capacidade para o trabalho de técnicos administrativos em educação: um estudo transversal. Cad. saúde colet. [online]. 2019, vol.27, n.1, pp.100-107.  Epub 21-Fev-2019. ISSN 1414-462X.  https://doi.org/10.1590/1414-462x201900010089.

Introdução

Trabalhadores ativos constituem uma parcela importante da população que demanda os serviços de saúde. O estudo da relação entre saúde bucal e trabalho visa à melhoria da qualidade de vida e do desempenho profissional.

Objetivo

associar a capacidade para o trabalho com a qualidade de vida relacionada à saúde bucal de técnicos administrativos em educação de uma instituição de ensino superior de Minas Gerais.

Método

estudo transversal com 833 funcionários, com os quais foram coletados dados de identificação, socioeconômicos, demográficos, autopercepção e morbidade em saúde bucal. O impacto da saúde bucal na qualidade de vida foi avaliado pelo Oral Health Impact Profile (OHIP-14), e a capacidade de trabalho, pelo Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT). Os dados foram analisados pelos testes Mann-Whitney e coeficiente de correlação de Spearman.

Resultados

83% dos entrevistados possuíam ótima ou boa capacidade para o trabalho. Houve correlação positiva e significativa da autopercepção da saúde bucal com a autopercepção da saúde geral (p < 0,001) e negativa com o ICT (p = 0,026). Na análise de regressão, ICT total permaneceu significativo para o domínio dor física do OHIP-14.

Conclusão

capacidade para o trabalho foi associada ao domínio dor física. Condições sociodemográficas e de autopercepção também impactaram na qualidade de vida associada à saúde bucal.

Palavras-chave : saúde bucal; qualidade de vida; saúde do trabalhador; avaliação da capacidade de trabalho; odontologia do trabalho.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )