SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue2Food habits and risk of cardiovascular disease in schoolchildren from Ouro Preto, Minas GeraisAn anthopological-social approach to childhood obesity: A case study in two schools in Valencia (Spain) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Nutrição

Print version ISSN 1415-5273

Abstract

TAMASIA, Gislene dos Anjos; VENANCIO, Sonia Isoyama  and  SALDIVA, Silvia Regina Dias Medici. Situação da amamentação e alimentação complementar em um município de médio porte do Vale do Ribeira, São Paulo. Rev. Nutr. [online]. 2015, vol.28, n.2, pp.143-153. ISSN 1415-5273.  https://doi.org/10.1590/1415-52732015000200003.

OBJETIVO:

Analisar a situação da amamentação e alimentação complementar no município de Registro, São Paulo.

MÉTODOS:

Estudo transversal no qual foram coletadas informações sobre alimentação e dados sociodemográficos de crianças menores de um ano que participaram da campanha de multivacinação de 2011. Foram consideradas elegíveis todas as crianças menores de um ano que participaram da campanha de vacinação, a fim de garantir a representatividade das informações para o município. Realizou-se a análise dos indicadores de aleitamento materno e alimentação complementar, propostos pela Organização Mundial de Saúde. A associação entre os desfechos (aleitamento materno exclusivo e introdução da alimentação complementar) e as variáveis explanatórias (características maternas e infantis), realizou-se por meio do modelo de regressão de Poisson com variância robusta.

RESULTADOS:

Foram analisados dados de 713 crianças. A prevalência do aleitamento materno exclusivo de 0 a 6 meses foi de 50,0%. As crianças que estavam mamando exclusivamente no primeiro dia em casa (RP=2,40; IC95%=1,424,06) e não usavam chupeta (RP=1,95; IC95%=1,15-3,30) foram as que apresentaram maior chance de aleitamento materno exclusivo. Ao analisar os indicadores de alimentação complementar, observou-se que a proporção de crianças de 6 a 8,9 meses que consumiram fruta mais papa salgada foi de 62,1%. Nenhuma das variáveis explanatórias mostrou associação significativa com esse desfecho.

CONCLUSÃO:

O estudo identificou práticas de alimentação infantil inadequadas. A realização de estudos desse tipo pode contribuir para a formulação de propostas de intervenção, o que se torna particularmente relevante em um contexto de desenvolvimento social pouco favorável, como o que caracteriza o município estudado.

Keywords : Aleitamento materno; Indicadores; Suplementação alimentar.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )