SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue3Female homicide in Rio Grande do Sul, BrazilMahalanobis' distance and propensity score to construct a controlled matched group in a Brazilian study of health promotion and social determinants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

AGUILERA, Sandra Lúcia Vieira Ulinski; FRANCA, Beatriz Helena Sottile; MOYSES, Simone Tetu  and  MOYSES, Samuel Jorge. Iniquidades intermunicipais no acesso e utilização dos serviços de atenção secundária em saúde na região metropolitana de Curitiba. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2014, vol.17, n.3, pp.654-667. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4503201400030007.

O objetivo deste estudo foi identificar e analisar iniquidades intermunicipais no acesso à atenção especializada nos municípios da região metropolitana de Curitiba, Paraná. Trata-se de estudo ecológico. Na etapa preparatória deste estudo, trabalhou-se com os perfis socioeconômico, epidemiológico, da rede de cuidados à saúde e de financiamento setorial, dos 26 municípios que compõem essa região. Foi realizada análise fatorial, pela qual foram obtidos seis componentes principais, e a partir desses foi calculado um índice sintético, que permitiu ordenar os municípios segundo condição de vida e situação de saúde. Dados primários foram coletados de 24 municípios, referentes à capacidade instalada, demanda encaminhada e demanda reprimida de serviços de atenção especializada. A análise de contexto revelou acentuadas iniquidades intermunicipais e o índice sintético permitiu classificar os municípios em quatro grupos relativamente homogêneos quanto às condições de vida e situação de saúde. Os municípios localizados no Vale do Ribeira obtiveram os piores resultados para o Índice Sintético de Condições de Vida e Situação de Saúde, assim como apresentaram maior demanda reprimida para os serviços da atenção especializada. A distância geográfica do município polo demonstrou contribuir para piores condições de vida e saúde e maiores dificuldades no acesso aos serviços de saúde.

Keywords : Acesso aos serviços de saúde; Políticas públicas de saúde; Gestão em saúde; Avaliação de serviços de saúde; Referência e consulta; Equidade em saúde.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )