SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.123 issue2Evaluation of effectiveness of 10% polyvinylpyrrolidone-iodine solution against infections in wire and pin holes for Ilizarov external fixatorsType 2 diabetes: prevalence and associated factors in a Brazilian community - the Bambuí health and aging study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

CENTEVILLE, Maraisa et al. Ausência de associação entre estado nutricional e mudança de categoria clínica em crianças brasileiras infectadas pelo HIV. Sao Paulo Med. J. [online]. 2005, vol.123, n.2, pp. 62-66. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802005000200006.

CONTEXTO E OBJETIVO: A ocorrência de desnutrição é freqüente em crianças com infecção pelo HIV. O objetivo do estudo foi estudar a ocorrência de desnutrição e sua relação com a mudança de categoria clínica em crianças infectadas pelo HIV. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo longitudinal, no Departamento de Pediatria e Centro de Investigação em Pediatria (CIPED). Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). MÉTODOS: Revisamos os prontuários de 127 pacientes com infecção perinatal pelo HIV com o propósito de obter medidas de peso e estatura no início do acompanhamento ambulatorial, no momento da mudança de categoria clínica e cinco meses após a mudança. Estes dados foram transformados em z-escores de peso/idade, altura/idade e peso/altura. Os testes de Wilcoxon, Kruskal-Wallis e o cálculo da razão de chances foram usados. RESULTADOS: 51 (40,2%) das crianças avaliadas apresentavam desnutrição, sendo 40 (31,5%) com comprometimento de altura, e portanto com maior risco de inclusão na categoria clínica C. Encontramos associação entre condição nutricional, categoria clínica e idade no início dos sintomas. 36 (28,4%) pacientes mudaram de categoria clínica durante o acompanhamento, e a mudança ocorreu em idade mais precoce entre os desnutridos. O grupo que mudou de categoria clínica manteve as mesmas distribuições de z-escore de peso, altura e peso/altura durante o acompanhamento. CONCLUSÃO: A gravidade das manifestações da aids associa-se com a condição nutricional e com a idade de início dos sintomas. A mudança de categoria clínica não se acompanhou de piora no estado nutricional.

Keywords : HIV; Síndrome de imunodeficiência adquirida; Criança; Nutrição; Estado nutricional.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English