SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.126 issue5Absence of the musculocutaneous nerve: a rare anatomical variation with possible clinical-surgical implicationsEpithelioid hemangioma of the colon: a case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

SILVA, Graziela Cristina Pichinin Ledo et al. Alteração da função renal no idoso devido ao hipotireoidismo: relato de caso. Sao Paulo Med. J. [online]. 2008, vol.126, n.5, pp. 291-293. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802008000500010.

CONTEXTO: O hipotireoidismo tem uma prevalência elevada em idosos e sua sintomatologia pode ser confundida com alterações próprias do envelhecimento, obrigando o médico que atende o idoso sempre estar atento a essa possibilidade diagnóstica. O relato deste caso chama atenção não somente para uma rara complicação do hipotireoidismo, a insuficiência renal, como para o fato de pacientes portadores de insuficiência renal crônica de qualquer outra etiologia poderem ter piora da disfunção renal devido a esse quadro. RELATO DO CASO: Homem de 66 anos foi atendido em nosso ambulatório com história de edema generalizado há oito anos, com períodos de piora, refratário a tratamento com diuréticos. Ao exame físico encontrava-se bradicárdico (freqüência cardíaca 52 bpm), hipocorado; pele ressecada e infiltrada; macroglossia; edema de membros inferiores; tireóide palpável e de consistência endurecida. Exames laboratoriais mostraram: creatinina 3,9 mg/dl; uréia 95 mg/dl; potássio 6,0 mEq/l; hormônio estimulante da tireóide, TSH > 100 mUI/ml; T3 0,01 ng/dl; T4 0,01 ng/dl; anti-tireoglobulina 31 UI/ml (< 40 UI/ml); anti-tiroperoxidase 85 UI/ml (< 15 UI/ml); clearence de creatinina 30 ml/min/1,73 m2; proteinúria 122 mg/24 h. Após cinco meses de tratamento com tiroxina 100 mcg/dia o paciente retornou ao ambulatório assintomático, apresentando os seguintes exames: uréia 48 mg/dl; creatinina 1,4 mg/dl; clearence de creatinina 67 ml/min/1,73 m2; potássio 4,2 mEq/l; TSH 20,85 mUI/ml; T4 livre 0,71 ng/dl. CONCLUSÃO: O hipotireoidismo per se pode levar a insuficiência renal ou piorar a função renal em doenças preexistentes. Seu tratamento pode reverter essa condição clínica ou, pelo menos, melhorá-la.

Keywords : Idoso; Falência renal; Hipotireoidismo; Doença de Hashimoto; Diálise.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English