SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 número1Use of perches and seed dispersal by birds in an abandoned pasture in the Porto Ferreira state park, southeastern BrazilAntimicrobial and antioxidant activity of essential oil and different plant extracts of Psidium cattleianum Sabine índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984versión On-line ISSN 1678-4375

Resumen

DEBASTIANI-JUNIOR, J. R.; ELMOOR-LOUREIRO, L. M. A.  y  NOGUEIRA, M. G.. Arquitetura do habitat influenciando a composição taxonômica de microcrustáceos: um estudo de caso sobre Cladocera de águas continentais (Crustacea Branchiopoda). Braz. J. Biol. [online]. 2016, vol.76, n.1, pp.93-100.  Epub 22-Ene-2016. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/1519-6984.13514.

A complexidade ambiental é considerada um fator chave para o aumento na diversidade de ambientes aquáticos. A presença de bancos de macrófitas é um dos principais contribuintes para tal complexidade devido às suas arquiteturas diferenciadas. Entretanto, a influência de diferentes arquiteturas de habitat (com diferentes macrófitas ou sem elas) sobre a composição taxonômica de microcrustáceos, comumente encontrados em ambientes colonizados por macrófitas, é pouco explorada em estudos limnológicos. O objetivo desse estudo foi avaliar esta influência através da comparação da composição das associações de Cladocera entre quatro arquiteturas de habitat: (1) macrófitas flutuantes, (2) macrófitas enraizadas emersas, (3) macrófitas submersas e (4) a zona limnética em lagoas laterais associadas a um grande reservatório subtropical. Ampla variação composicional foi observada. Macrófitas flutuantes apresentaram as mais ricas assembléias de Cladocera, dominadas por Chydoridae. Macrófitas submersas e emersas enraizadas apresentaram as associações mais similares. A fauna mais distinta foi a da zona limnética, dominada por Bosminidae. Prováveis diferenças na disponibilidade de recursos entre as arquiteturas de habitat amostradas foram consideradas o fator mais relevante levando à variação composicional dos microcrustáceos. Concluímos que para um inventário completo de uma determinada fauna local é imperativo que seja considerada a arquitetura dos habitats aquáticos, incluindo os bancos de macrófitas, no desenho amostral.

Palabras clave : Cladocera; composição; macrófitas; reservatório subtropical.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )