SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1In vitro evaluation of apical microleakage using different root-end filling materialsEvaluation of microcurrent electrical nerve stimulation (MENS) effectiveness on muscle pain in temporomandibular disorders patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of Applied Oral Science

Print version ISSN 1678-7757

Abstract

MOURA, Lúcia de Fátima Almeida de Deus; MOURA, Marcoeli Silva de  and  TOLEDO, Orlando Ayrton de. Cárie dentária em crianças que frequentaram um programa odontológico de atenção materno-infantil. J. Appl. Oral Sci. [online]. 2006, vol.14, n.1, pp. 53-60. ISSN 1678-7757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1678-77572006000100011.

O objetivo do presente estudo foi avaliar o impacto apresentado por um programa de atenção materno-infantill na prevalência de cárie de crianças participantes. Foram selecionadas 343 crianças, de ambos os gêneros, nas idades de 3 a 6 anos. As mães responderam a questionários e as crianças foram examinadas em consultórios da clínica odontológica infantil da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Foi aplicado o índice epidemiológico ceod com acréscimo de lesões de manchas brancas ativas. Os dados foram analisados pelo programa SPSS para Windows, versão 11,1 e realizados os testes não paramétricos (Friedman e Kruskal-Wallis). Considerou-se um erro alfa de 5% (0,05) para hipótese nula de falsa rejeição, com um intervalo de confiança de 95%. Os resultados mostraram que 57,5% (197) das crianças foram amamentadas ao seio por um tempo superior a 12 meses. A média do índice ceo-d e percentuais de crianças livres de cárie para a idade de 3 anos foi de 1,86 (58,82%); aos 4 anos, de 1,94 (57,60%); aos 5 anos, de 1,98 (56,86%) e aos 6 anos de 2,42 (42,55%). O fator cariado (c) foi prevalente em todas as idades. Quando foram acrescentadas ao índice ceo-d lesões de manchas brancas ativas, houve um aumento de 7,2% para crianças com atividade e/ou experiência anterior de cárie e de 1,72% para aquelas com ceod igual a zero. O consumo diário de carboidratos fermentáveis e a amamentação em livre demanda se apresentaram como fatores incrementais da atividade de cárie. O acompanhamento odontológico posterior ao programa e o número de escovações diárias demonstraram ser fatores de proteção contra a instalação da doença cárie. Baseados nos resultados, os autores puderam concluir que o programa provocou impacto positivo no controle da doença cárie, uma vez que o número de consultas freqüentadas influenciou nos valores do índice ceod de maneira estatisticamente significativa.

Keywords : Cárie dentária; Epidemiologia; Promoção de saúde; Saúde Bucal.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English