SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue4Preliminary data on the occurrence of marine turtles in the Laje de Santos Marine State Park (SP, Brazil)Spatial and seasonal changes in benthic macrofauna from two dissipative sandy beaches in eastern Brazil) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Oceanography

On-line version ISSN 1982-436X

Abstract

POMBO, Maíra  and  TURRA, Alexander. Variation in the body growth parameters of the ghost crab Ocypode quadrata from morphodynamically distinct sandy beaches. Braz. j. oceanogr. [online]. 2017, vol.65, n.4, pp.656-665. ISSN 1982-436X.  http://dx.doi.org/10.1590/s1679-87592017114606504.

Os padrões de distribuição da macrofauna de praias arenosas têm sido amplamente investigados, mostrando que o entre-marés de praias dissipativas tende a concentrar maiores valores de riqueza e biomassa, bem como indivíduos de maior sucesso reprodutivo e tamanho, do que praias reflexivas. Para crustáceos do supralitoral essa tendência é em geral oposta. Para o guaruçá, Ocypode quadrata, frequentemente o grupo mais conspícuo desses ambientes, são raras as investigações de dinâmica populacional e respostas a diferentes morfologias praiais. Aqui, a variação de tamanho e o crescimento corpóreo foram avaliados ao longo de um ano através do método indireto em três praias com reduzido impacto antrópico no Litoral Norte de São Paulo. Estas foram escolhidas de froma a representarem três tipos básicos de morfodinâmica: dissipativa (Costa), intermediária (Félix) e reflectiva (Puruba). Em cada praia, cinco transectos de 2m de largura foram aleatorizados mensalmente, e avaliados da primeira à última ocorrência de tocas. O ajuste do modelo de crescimento de von Bertalanffy foi comparada entre as áreas. Para as três praias uma moda principal, devido à entrada de juvenis (mm), foi identificada em agosto/setembro. Esses indivíduos atingiram no verão seguinte um tamanho correspondente à moda principal do verão anterior, e dentro daquela que foi dominante no período como um todo. Especificamente, os parâmetros de crescimento foram: Costa (dissipativa) L∞ = 46,36 milímetros, K = 0,90 ano-1 e t0 = -0,19; Félix (intermediária) L∞ = 57,95 milímetros, K = 0,87 ano-1 e t0 = -0,12; Puruba (reflexiva) L∞ = 53,01 milímetros, K = 1,11 ano-1 e t0 = -0,07. Esses ajustes foram iguais estatisticamente entre Puruba e Felix, sendo ambos distintos da praia do Costa. Os índices de crescimento, phi-prima, variaram de 3,29 (Costa) a 3,49 (Puruba), enquanto na praia Félix esse valor foi 3,46, indicando homogeneidade deste parâmetro entre as praias, mas reforçando a maior semelhança a praia intermediária e reflexiva.

Keywords : Ocypode; Praia Arenosa; Morfodinâmica; Crescimento Corpóreo; Longevidade.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )