SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.86Exigências térmicas e tabelas de esperança de vida e fertilidade de Aphis craccivora (Hemiptera: Aphididae) em Vigna unguiculata (Fabales: Fabaceae) sob condições de laboratórioAleyrodidae em três fragmentos florestais no estado do Rio de Janeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos do Instituto Biológico

versão impressa ISSN 0020-3653versão On-line ISSN 1808-1657

Resumo

PITTNER, Elaine et al. Resposta de defesa das plantas de trigo (Triticum aestivum L.) contra a mancha marrom diante da aplicação de possíveis elicitores. Arq. Inst. Biol. [online]. 2019, vol.86, e0312017.  Epub 10-Jun-2019. ISSN 0020-3653.  https://doi.org/10.1590/1808-1657000312017.

O objetivo desta pesquisa foi avaliar a resposta de plantas de trigo diante da aplicação de possíveis compostos elicitores perante o patógeno Bipolaris sorokiniana. Tal resposta foi examinada por meio da quantificação de enzimas antioxidantes, malondialdeído e flavonoides, da análise da severidade da doença mancha marrom e da produtividade na cultura do trigo, em casa de vegetação e em campo. Os tratamentos consistiram em suspensões de fungos endofíticos Aspergillus japonicus e Trichoderma tomentosum, ácido salicílico, acibenzolar-S-metil e fungicida. Nos ensaios em campo, em 2015 e 2016, o desenvolvimento da doença foi menor e a produtividade foi superior em todos os tratamentos, com destaque para o fungicida. No entanto, as suspensões de fungos endofíticos demonstraram potencial como promotores de crescimento, redutores da severidade da doença e ativadores de resposta antioxidante protetora, pois promoveram o aumento significativo das enzimas superóxido dismutase e catalase, das glutationas e flavonoides.

Palavras-chave : Bipolaris sorokiniana; catalase; ascorbato; glutationa; flavonoides.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )