SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1The dark side of the moon: heritage, memory and place in Rio de Janeiro, BrazilAnthropology between heritage and museums índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology

versão On-line ISSN 1809-4341

Resumo

GUIMARAES, Roberta Sampaio. Urban interventions, memories and conflicts: black heritage and the revitalization of Rio de Janeiro's Port Zone. Vibrant, Virtual Braz. Anthr. [online]. 2013, vol.10, n.1, pp.208-227. ISSN 1809-4341.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-43412013000100011.

Este artigo aborda a formação de uma arena de reconhecimento político e moral movimentada durante a "revitalização" da Zona Portuária do Rio de Janeiro: o uso do tombamento da Pedra do Sal como "monumento histórico e religioso afro-brasileiro" por moradores que, reivindicando ser esse patrimônio o marco simbólico de uma "comunidade de remanescentes de quilombo", pleitearam juridicamente a titulação de diversos imóveis da região como "território étnico". No entanto, o Quilombo da Pedra do Sal se tornou um dos processos de reconhecimento étnico mais polêmicos da sociedade brasileira por explorar as possibilidades de flexibilização do conceito constitucional de "quilombo". Entre essas possibilidades, a de pleito de um território étnico em contexto urbano; a de construção de uma trajetória de ocupação do território baseada em narrativa mítica; e a de delimitação desse território a partir de um patrimônio cultural concebido como símbolo do passado de uma "cidade negra" genérica e, portanto, sem herdeiros presumidos.

Palavras-chave : patrimônio cultural; memória afro-brasileira; projetos urbanísticos; Pedra do Sal; Pequena África; Zona Portuária do Rio de Janeiro.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons