SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1CRESCIMENTO DE CANELA-LAGEANA, Ocotea pulchella Nees et Mart. ex Nees, NA DEPRESSÃO CENTRAL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SULEVOLUÇÃO DO USO E VALORIZAÇÃO DAS ESPÉCIES MADEIRÁVEIS DA FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL DO ALTO-URUGUAI, SC índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

COSTA, Alexandre Florian da; GONCALEZ, Joaquim Carlos  e  VALE, Ailton Teixeira do. EFICIÊNCIA DE UM COMPOSTO DE IODO ORGÂNICO CONTRA FUNGOS APODRECEDORES DE MADEIRAS E TÉRMITAS. Ciênc. Florest. [online]. 2003, vol.13, n.1, pp.145-152. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/198050981733.

Foi avaliada a eficiência de um composto de iodo orgânico de baixa toxidez como fungicida e inseticida por meio de ensaio acelerado em laboratório de acordo com a normalização japonesa. O composto foi avaliado nas concentrações de 0,5, 0,75 e 1,0% utilizando etanol como solvente. Para a avaliação inseticida, foram utilizados térmitas subterrâneos da espécie Coptotermes formosanus Shiraki, e para a fungicida os fungos apodrecedores Coriolus versicolor (podridão branca) e Tyromyces palustris (podridão parda). Corpos de prova, nas dimensões de 40 x 20 x 5mm, foram impregnados pelo método de pincelamento a uma taxa de retenção de 110±10g/m2. Foram avaliados o índice de perda de peso das amostras de madeira e a mortalidade de térmitas (ação inseticida), assim como a perda de peso das amostras de madeira antes e após o ataque dos fungos (ação fungicida). A eficiência das formulações foi avaliada de acordo com o Valor de Eficiência. Os resultados mostraram que o composto foi pouco ou não-eficiente como inseticida no controle do ataque de Coptotermes formosanus nos três níveis de concentração. Como fungicida, o composto apresentou um bom desempenho no controle do ataque dos fungos Coriolus versicolor e Tyromyces palustris, atingindo um Valor de Eficiência superior a 90 nas três concentrações. Os melhores resultados com o produto foram obtidos a 1,0% de concentração nas amostras de madeira tratadas e não-lixiviadas. Foi observado um ataque mais severo do fungo Tyromyces palustris em relação ao fungo Coriolus versicolor. Por apresentar uma baixa capacidade de fixação na madeira, o produto não é indicado para o tratamento de madeiras que entrarão em contato direto com o solo ou que forem expostas às intempéries.

Palavras-chave : composto de iodo orgânico; fungicida; inseticida; ensaio acelerado em laboratório.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )