SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número2Segregação dos resíduos sólidos na indústria processadora de pescado: uma ação sustentávelEfeito das diferentes condições operacionais nas rotas de remoção do nitrogênio total e emissões de óxido nitroso em um sistema de lodos ativados em escala de bancada índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ambiente & Água

versão On-line ISSN 1980-993X

Resumo

VARGAS, Reinaldo Romero et al. Avaliação da qualidade da água e do estado trófico da bacia de Ribeirão Guaraçau, Guarulhos (SP): uma análise comparativa entre áreas rurais e urbanas. Rev. Ambient. Água [online]. 2018, vol.13, n.2, e2170.  Epub 16-Abr-2018. ISSN 1980-993X.  http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.2170.

O processo de urbanização pelo qual os grandes centros urbanos passaram afetou drasticamente a disponibilidade e, em especial, a qualidade da água. A bacia hidrográfica de Ribeirão Guaraçau, localizada na parte norte do município de Guarulhos, inclui áreas rurais e urbanas de diferentes classes de uso da terra. O objetivo deste estudo é avaliar a qualidade da água e diagnosticar o estágio de eutrofização das águas superficiais do Ribeirão Guaraçau, o principal curso de água da Bacia do Ribeirão Guaraçau. Para avaliar a qualidade ambiental, foram realizadas análises físico-químicas (temperatura, pH, turbidez, condutividade e fósforo total) e análises microbiológicas (E. coli) durante um período de 12 meses. O Índice de Estado Trófico (IET) foi utilizado para determinar as condições de degradação ambiental de ambientes lóticos e lênticos. As águas superficiais do Ribeirão Guaraçau na área rural já estão comprometidas, com o piora da qualidade da água a montante indicada pelo alto fósforo total e E. coli causada por contaminação fecal devido à falta de saneamento básico na região. Os locais característicos das áreas rurais já apresentam sinais de degradação com níveis tróficos que variam de oligotróficos a hipereutróficos. A necessidade de fornecer coletores de esgoto e sistemas de tratamento de esgoto na Estação de Tratamento de Esgoto de Bonsucesso, inaugurada em 2011, e o controle da ocupação em áreas que produzem água de boa qualidade é primordial.

Palavras-chave : águas urbanas; eutrofização; poluição das águas; Região Metropolitana de São Paulo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )