SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número3Clínica Materno-Infantil da Faculdade de Odontologia - Universidade de Passo Fundo (UPF): perfil dos pacientes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


RGO - Revista Gaúcha de Odontologia

versão impressa ISSN 1981-8637versão On-line ISSN 1981-8637

Resumo

OLIVEIRA, Marília Terezinha Gonçalves et al. Associação entre Periodontite e Hiperglicemia. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [online]. 2018, vol.66, n.3, pp.199-204. ISSN 1981-8637.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-863720180003000013217.

Objetivo:

O objetivo desse estudo foi analisar a prevalência de hiperglicemia não diagnosticada em indivíduos com periodontite.

Métodos:

A amostra foi composta por indivíduos selecionados aleatoriamente que se inscreveram para tratamento no Curso de Odontologia do Centro Universitário Newton Paiva, Belo Horizonte, Minas Gerais. A amostra foi dividida em dois grupos, o dos indivíduos sem periodontite (n=30) e o dos indivíduos com periodontite (n=20). Todos responderam a um questionário sobre hábitos e condição de saúde geral. Também tiveram o fluxo salivar quantificado e passaram por um exame periodontal para avaliação do sangramento gengival, da profundidade de sondagem e do nível de inserção clínica. Através de exames laboratoriais, quantificou-se a glicemia em jejum e os níveis de hemoglobina glicada.

Resultados:

Na amostra estudada foi identificado maior percentual de indivíduos com hiperglicemia no grupo com periodontite do que no grupo sem periodontite.

Conclusão:

Sugere-se, portanto, que a solicitação de exames laboratoriais para avaliação dos níveis glicêmicos faça parte do protocolo odontológico de atendimento dos indivíduos com periodontite.

Palavras-chave : Complicações; Diabetes Mellitus; Periodontite.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )