SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número5Controle químico e respostas de cultivares suscetíveis e resistentes de soja ao progresso da ferrugem asiáticaAvaliação da resistência de 12 híbridos de milho a Pratylenchus brachyurus índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Tropical Plant Pathology

versão impressa ISSN 1982-5676

Resumo

GALBIERI, Rafael et al. Desempenho de genótipos de algodoeiro na presença ou não de rotação de cultura com Crotalaria spectabilis, em área infestada com Meloidogyne incognita. Trop. plant pathol. [online]. 2011, vol.36, n.5, pp.303-307. ISSN 1982-5676.  https://doi.org/10.1590/S1982-56762011000500005.

Em área naturalmente infestada com Meloidogyneincognita raça 3, localizada em Primavera do Leste-MT, foi estudado o desempenho de 21 genótipos de algodoeiro com níveis diversos de tolerância ao nematoide, com a adoção ou não de rotação de cultura com Crotalaria spectabilis. De modo geral a rotação diminuiu a severidade dos sintomas exibidos pelas plantas, devidos ao ataque do parasita, e promoveu aumento na produtividade de algodão. Entretanto, seu efeito não foi suficiente para tornar eficaz o desempenho de genótipos de baixa tolerância ao nematoide, os quais, mesmo na presença da leguminosa, tiveram notas para sintomas 142% maiores e produtividades de algodão 57% menores do que as cultivares mais tolerantes. Alta correlação entre as médias de produção dos genótipos na seqüência ou não da leguminosa e ausência de interação genótipo x rotação, indicaram que, embora em patamar mais elevado de produção, a tendência de desempenho dos genótipos foi a mesma na presença e na ausência da crotalária. De tal modo que, na média, a produção dos três genótipos mais tolerantes, na ausência de rotação, foi, ainda assim, 48% superior à dos genótipos mais intolerantes, na presença da crotalária. As perdas mínimas possíveis na produção, atribuíveis ao uso de genótipos intolerantes, foram estimadas em 37% na ausência da rotação e em 29% com rotação.

Palavras-chave : algodão; nematoide-das-galhas; tolerância.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons