SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número4Guidance for nuclear medicine staff on radiopharmaceuticals drug interaction índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versão On-line ISSN 2175-9790

Resumo

SANTOS, Graciela Cristina dos; ANTUNES, Lusânia Maria Greggi; SANTOS, Antonio Cardozo dos  e  BIANCHI, Maria de Lourdes Pires. Coenzyme Q10 and its effects in the treatment of neurodegenerative diseases. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2009, vol.45, n.4, pp.607-618. ISSN 2175-9790.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502009000400002.

De acordo com estudos clínicos e pré-clínicos, o estresse oxidativo e suas conseqüências podem ser a causa, ou, no mínimo, o fator que contribui para grande número de doenças degenerativas. Estas doenças incluem problemas comuns e debilitantes, caracterizados por perda progressiva e irreversível de neurônios em regiões específicas do cérebro. As doenças degenerativas mais comuns são doença de Parkinson, de Hutington, de Alzheimer e esclerose amiotrófica lateral. A Coenzima Q10 (CoQ10) tem sido intensamente estudada desde sua descoberta, em 1957. É um componente da cadeia de transporte eletrônico e participa da respiração aeróbica celular, gerando energia na forma de trifosfato de adenosina (ATP). A propriedade da CoQ10 de atuar como antioxidante ou pró-oxidante sugere papel importante na modulação do estado redox celular sob condições fisiológicas e patológicas, desempenhando, também, papel no processo de envelhecimento. Em vários modelos animais de doenças neurodegenerativas, a CoQ10 mostrou efeitos benéficos na redução do curso da doença. Entretanto, há necessidade de estudos adicionais para avaliar o efeito e a eficácia da CoQ10 antes de expor os pacientes a riscos de saúde desnecessários e de alto custo.

Palavras-chave : Coenzima Q10; Antioxidante; Estresse oxidativo; Doenças neurodegenerativas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons