SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30Respostas de diferentes traços funcionais do fitoplâncton à heterogeneidade espacial e temporal em um extenso lago raso subtropicalInfluência das variáveis ambientais nas comunidades de diatomáceas de reservatórios oligotróficos para o abastecimento público de água (Guarulhos, Sudeste do Brasil) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão impressa ISSN 0102-6712versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

OSTI, João Alexandre Saviolo; TUCCI, Andréa  e  CAMARGO, Antonio Fernando Monteiro. Mudanças na estrutura da comunidade fitoplanctônica em viveiro de tilápia-do-Nilo. Acta Limnol. Bras. [online]. 2018, vol.30, e213.  Epub 14-Nov-2018. ISSN 0102-6712.  http://dx.doi.org/10.1590/s2179-975x7917.

Objetivo

O presente artigo visa avaliar quais as espécies podem ser descritores biológicos e avaliar as mudanças na comunidade fitoplanctônica durante a etapa final de crescimento de tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus Linnaeus 1758), relacionando com o manejo de produção e com as variáveis limnológicas.

Métodos

Amostras da água de abastecimento e do centro do viveiro foram utilizadas para as análises limnológicas e para avaliar estrutura da comunidade fitoplanctônica.

Resultados

No viveiro de piscicultura, registramos aumento de 1.5 vezes nas concentrações de nitrogênio e sólidos totais suspensos e na ordem de 2 vezes incremento de fósforo comparado com a água de abastecimento. Durante o ciclo de produção (113 dias), foram registrados 134 táxons distribuídos em 10 classes taxonômicas. Chlorophyceae (60 táxons) e Cyanobacteria (26 táxons) foram as classes com maior riqueza e abundância de espécies. Os maiores biovolumes foram registradas no centro do viveiro. Espécies nanoplanctônicas foram as mais abundantes e representaram 35% das espécies descritoras da comunidade fitoplanctônica do centro do viveiro.

Conclusões

A instabilidade do sistema, quanto ao controle do tempo de retenção hidráulica como consequência do método de criação utilizado, favoreceu a presença de espécies com pequenas dimensões celulares. Os decréscimos de temperatura do ar e da água registrados na etapa final de crescimento possivelmente favoreceram o aumento e manutenção das diatomáceas.

Palavras-chave : espécies descritoras; ecologia de viveiros de piscicultura; micro algas; ciclagem de nutrientes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )