SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número3Mucocele of the appendix: appendectomy or colectomy?Temporary ileostomy for the preservation of colon fistula in patients with postoperative complications: case report índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

versão impressa ISSN 2237-9363

Resumo

FERNANDES, Igor Lima et al. Anus neoplasm: study of a case series. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2011, vol.31, n.3, pp. 285-290. ISSN 2237-9363.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-93632011000300009.

Neoplasias do ânus correspondem de 2 a 4% dos tumores de intestino grosso, sendo predominante nas sétima e oitava décadas. A maior prevalência é em gênero feminino, com proporção de 3:1. O aumento da prevalência na população nos últimos anos provavelmente está relacionado ao número maior de pessoas com doenças sexualmente transmissíveis, principalmente o papilomavírus humano (tipos 16 e 18, mais comumente) e/ou o vírus da imunodeficiência humana. O diagnóstico é feito a partir de achados clínicos somados ao exame anatomopatológico. O tratamento de escolha baseia-se na radioquimioterapia, sendo a cirurgia de resgate com amputação abdominoperineal utilizada para casos de recidiva ou persistência. Foi feito um estudo observacional longitudinal retrospectivo e prospectivo, com 11 pacientes diagnosticados com neoplasia anal no período de 2004 a 2010. Seis (54,5%) eram do gênero feminino e 5 (45,5%) do masculino. O pico de incidência foi em sexta década, com média de idade de 54,45 anos. O tipo histológico mais encontrado foi o carcinoma epidermoide (72,7%), sendo o moderadamente diferenciado o mais frequente grau de diferenciação. A quimioterapia associada à radioterapia foi instituída em 81,9% dos pacientes, sendo necessária a cirurgia de amputação abdominoperineal como terapia de resgate em 18,2% dos pacientes.

Palavras-chave : neoplasias do ânus; diagnóstico; quimioterapia; radioterapia; cirurgia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês