SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issueUNICOField experiments on spacing of japanese mintFertilizer experiments with corn: XXIII- Influence of P, K, and NPK on certain plant and ear characters author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Bragantia vol.20 no.unico Campinas  1961

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051961000100030 

Melhoramento do cafeeiro. XXII - Resultados obtidos no ensaio de seleções regionais de campinas1

 

Coffee breeding. XXII - Results from the regional coffee selection trial from campinas

 

 

A. Carvalho; H. J. Scaranari; H. Antunes (filho); L. C. Mônaco2

Engenheiros-agrônomos, Seção de Genética, Instituto Agronômico

 

 


RESUMO

A. seleção de plantas matrizes e estudo de suas progênies vêm sendo realizadas em cinco localidades do Estado de São Paulo. A fim de averiguar, simultaneamente, o comportamento geral das melhores progênies nessas localidades, plantaram-se, em 1951, cinco ensaios de seleções regionais, em Campinas, Ribeirão Prêto, Pindorama, Mooca e Jaú. Aqui são apresentados e discutidos os dados referentes a Campinas. O ensaio compreende 100 progênies pertencentes aos cultivares 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo', 'Bourbon Vermelho', 'Caturra Amarelo', 'Caturra Vermelho' e 'Sumatra', havendo para cada grupo, uma ou mais testemunhas, sem seleção. A variedade typica foi tomada como testemunha geral.
Analisaram-se as dados referentes ao vigor vegetativo, à altura das plantas e ao diâmetro da copa, à produção de café cereja e de beneficiado, tipos, tamanho, peso e densidade das sementes e .sintomas de deficiências de zinco e queima das folhas devido à baixa temperatura.
As progênies de 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo' e 'Bourbon Vermelho', apresentaram níveis diferentes de produtividade. A produção total média das progênies do café 'Mundo Novo', no período 1954 a 1959, foi de 9,81 kg de café beneficiado por canteiro (uma cova com quatro plantas) enquanto que a do 'Bourbon Amarelo', foi de 8,33 kg e, a do 'Bourbon Vermelho', de 6,39 kg. A produção média do 'Caturra Vermelho' mostrou-se semelhante à do 'Bourbon Vermelho', de 6,29 kg, enquanto a do 'Caturra Amarelo' foi maior, de 7,20 kg. A análise feita pelo contraste das médias indicou diferenças significativas a favor do grupo 'Mundo Novo'. Neste grupo tôdas as progênies selecionadas produziram mais do que a média das suas testemunhas, sem qualquer melhoramento, indicando efeito altamente significativo da seleção No grupo 'Bourbon Amarelo' 6 progênies (46%) deram produção maior do que a média das testemunhas e, no 'Bourbon Vermelho', apenas 7 (13%) mostraram-se mais produtivas do que a média das testemunhas. Os contrastes das produções das progênies do 'Bourbon Vermelho' oriundas de Ribeirão Prêto, Campinas e Pindorama. mostraram que apenas as de Pindorama são menos produtivas do que as de Campinas. O contraste das produções das poucas progênies de Caturra examinadas indicou que o cultivar 'Caturra Amarelo' é mais produtivo do que o 'Caturra Vermelho', havendo pouca variação dentro de cada grupo. O 'Caturra Amarelo' também é mais produtivo do que as progênies do grupo de 'Bourbon Vermelho'. Todos os 84 itens selecionados produziram mais do que a média da testemunha geral, da variedade typica, e as duas progênies do 'Mundo Novo' de maior produção, MP 376-4 e CP 379-17 deram, respectivamente 191 e 172%, a mais do que a média da testemunha 'Típica.', índice do progresso da seleção. Além de mais produtivas, as progênies 'Mundo Novo' apresentaram maior vigor vegetativo, maior altura e diâmetro da copa, sementes maiores e mais pesadas. As progênies mais produtivas do 'Mundo Novo' deram elevada quantidade de sementes normais, do tipo chato. O confronto feito entre o grupo de progênies do 'Bourbon Amarelo' e 'Bourbon Vermelho' e entre as do 'Caturra Amarelo' e 'Caturra Vermelho', parece indicar que os cafeeiros de frutos amarelos além de mais produtivos, têm maior vigor, melhor rendimento, menor pêso de sementes, maior densidade, sintomas menos evidentes de deficiência de zinco e de queima das fôlhas devido à geada. Os dados também indicam que progressos na seleção podem ser obtidos pelo isolamento de progênies com melhor rendimento, quantidade mais elevada de sementes dos tipo chato e com sementes maiores, mais pesadas e de maior densidade.
Os resultados deste ensaio estão servindo de base para indicar as melhores progênies de café destinadas à formação e renovação da cafeicultura nesta região do Estado de São Paulo.


SUMMARY

Coffee mother tree selection and progeny tests are being carried on at five localities in S. Paulo. In order to test the most promising progenies simultaneously at these localities, five coffee regional selection trials were planted in 1951 at the experimental stations of the Instituto Agronômico located at Campinas, Ribeirão Prêto, Pindorama, Mococa and Jaú. Data referring to the first six consecutive yielding years from the Campinas trial are here discussed. This trial comprises 100 entries, corresponding to selected progenies of the cultivars 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo', 'Bourbon Vermelho', 'Caturra Amarelo', 'Caturra Vermelho' and 'Sumatra' and tester, unselected progenies of each one of these cultivars. Four strains of typica variety were also taken as a general standard in order to measure the selection progress.
Besides the yield, expressed in kg of cherries and clean coffee, data were gathered referring to vegetative vigor, plant height, diameter of the plant at 50 cm from the soil, percentage of normal flat beans, peaberry and elephant seeds, seed weight and density, and also information about symptoms of zinc deficiency and frost damage.
Progenies of the cultivars 'Mundo Novo', 'Bourbon Amarelo' and 'Bourbon Vermelho' presented different yielding levels. The total (1954-1959) average yield of 'Mundo Novo' progenies was 9.81 kg of clean coffee per plot (plots of one single hole with four seedlings) while 'Bourbon Amarelo' progenies yielded 8.33 kg and 'Bourbon Vermelho' progenies, only 6.39 kg of clean coffee. 'Caturra Vermelho' gave 6.29 kg, while the 'Caturra Amarelo' progenies yielded 7.20 kg. Comparisons between means indicated significant differences for the 'Mundo Novo' group of progenies. All 15 'Mundo Novo' selected progenies produced significantly more than the average standard of this cultivar. Among the 'Bourbon Amarelo' progenies only 6 in 13 yielded more than the average standard and among the 51 'Bonbon Vermelho' progenies only 7 (13%) have higher yields than the average standard of the group. A comparison of the two 'Caturra Amarelo' and the three 'Caturra Vermelho' progenies indicated that the former ones are higher yielding, and that the 'Caturra Amarelo' progenies produce more clean coffee than the 'Bourbon Vermelho'. All 84 selected progenies of this regional coffee selection trial produced significantly more than the average 'Típica' standard, indicating good progress in the selection. The highest yielding 'Mundo Novo' progenies MP 376-4 and CP 379-17 yielded, respectively, 191 and 172 per cent more than the 'Típica' progenies.
Besides being better yielders the 'Mundo Novo' group of progenies present trees of better vegetative vigor, bigger size and tree diameter, and larger and heavier seeds. The best yielding progenies of this group gave also high percentages of normal flat beans. A comparison of the progenies of the yellow and red Bourbon and yellow and red Caturra groups, seems to point out that the yellow fruited ones are higher yielding, more vigorous, present a better out-turn, lighter seeds with a higher density, less zinc deficiency symptoms and higher frost resistance.
The data also indicated that a significant progress can be obtained by selecting progenies with higher percentage of flat beans, larger and heavier seeds, with higher density.
The basic information obtained on the yelding capacity of 'Mundo Novo' progenies in the regional trial at Campinas is being used as a basis for recommending the most promising ones for the establishment of new coffee plantings in this region.


 

 

Texto completo disponivél apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

1. ANTUNES, H. (filho) & ALVES, S. Melhoramento do cafeeiro. XIV - Competição de variedades comerciais em Monte Alegre do Sul. Bragantia 19:[73]-89. 1960.         [ Links ]

2. CARVALHO, A. Melhoramento do cafeeiro. XVIII - O efeito do alelo xanthocarpa na produção- Bragantia 19 : [CLXXXV]-CLXXXIX. 1960.         [ Links ]

3._________& ANTUNES, H .(filho). Melhoramento do cafeeiro. X - Seleção visando eliminar o defeito «lojas vazias do fruto» no café 'Mundo Novo'. Bragantia 14:[51] -62. 1955.         [ Links ]

4._________ _________, MENDES, J. E. T. [e outros]. Melhoramento do cafeeiro. XIII - Café Bourbon Amarelo. Bragantia 16:[411]-454. 1957.         [ Links ]

5._________, KRUG, C. A., MENDES, J. E. T. [e outros]. Melhoramento do cafeeiro. IV - Café "Mundo Novo'. Bragantia 12:[97]-129. 1952.         [ Links ]

6._________, MONACO, L. C. & ANTUNES, H. (filho). Melhoramento do cafeeiro. XV - Variabilidade observada cm progênies de café. Bragantia 18:[373]-386. 1959.         [ Links ]

7. KRUG, C. A. Genética de Coffea. Plano de estudos em execução no departamento de genética do Instituto Agronômico de Campinas. Campinas, Instituto agronômico, 1936. 39 p. [Bol. téc. n.º 26]         [ Links ],

8. __________ O cálculo da peneira média na seleção do cafeeiro. Rev. Inst. Café S. Paulo, 15 123-127. 1940.         [ Links ]

9. _________ Advances in cofiee production technology, The supply of belter planting material 1 - Arabicas. Coffee & Tea Ind. Flav. Field. 81:52-57. 1958.         [ Links ]

10. ____________ & CARVALHO, A. Coffee breending. In Intern. Congress of Horticulture, 13th, London. 1952. Report, vol. 2, p. 1199-1209,         [ Links ]

11. MENDES, J E. T. Ensaio de variedades de cafeeiros. III. Bragantia 11:[29]-43. 1951.         [ Links ]

12. MONACO, L. C. Efeito das lojas vazias sôbre o rendimento do café 'Mundo Novo'. Bragantia 19: [1] -10, 1960.         [ Links ]

13. MORALES, A. Análise estatística do ensaio de variedades de café. Parte II. Bragantia 11:[45]-49. 1951.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 29 de abril de 1961.

 

 

1 Um resumo dêste trabalho foi apresentado na reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e da Sociedade Brasileira de Genética, realizada em Piracicaba de 4 a 5 de de julho de 1960.
2 Os autores agradecem a colaboração do eng. agr C. G. Fraga Júnior, pelas sugestões apresentadas na análise estatística dos dados e aos engs. agrs. C. A. Krug e J. E. T. Mendes, pela orientação prestada na organização do ensaio e ao Sr. A. Haddad, pela execução dos cálculos.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License