SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issueUNICORice variety trials in the paraíba valleyNutrients absorption rate of tomato plants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Bragantia vol.22 no.unico Campinas  1963

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051963000100063 

Ensaios de espaçamento e densidade de semeação de arroz no Vale do Paraíba - período de 1954/55 a 1958/591

 

Spacing and most favorable seed amounts in the rice culture on lowlands of the paraiba river

 

 

A. Gentil GomesI, 2; Hilário S. MirandaII

IEngenheiro-agrônomo
IIEngenheiro-agrônomo, Seção de Cereais, Instituto Agronômico

 

 


RESUMO

São apresentados os resultados de cinco ensaios executados em várzeas do rio Paraíba, para estudar o espaçamento e densidade de semeação para a cultura de arroz, cultivado sob o sistema de semeação mecânica e de irrigação por inundação.
A análise dos dados mostrou que o espaçamento de 30 cm entre linhas foi superior ao de 60 cm, mas não diferiu significativamente dos de 20 e 40 cm.
Com referência à densidade de semeação, as melhores produções foram obtidas com a semeação de 60 a 120 kg de sementes por hectare. Os dois ensaios que deram maiores produções indicaram que, em boas condições de cultura, não houve influência das diferentes densidades de plantio experimentadas.


SUMMARY

Through 5 trials carried out on the lowlands of the Paraíba Valley, it was attenpted to determine better rows spacing and most favorable seed amounts to be used in rice cultures. In these trials the seeds were distributed in the furrows by means of grain drills and ordinary flooding was used for irrigation.
The final analysis of data made the authors arrive at the conclusion that a 30 cm spacing between rows worked better than a 60 cm one, but it did not show a significant difference to spacings of 20 and 40 cm.
As far as amount of seed is concerned, data showed that better yields were obtained with 60 to 120 kg of seeds sown by hectare. However, even larger productions were obtained in two out of 5 trials, and it was noted that under general good crop conditions it made no difference either as to the rate being of 30, 60 or 120 kg/ha.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format

 

 

LITERATURA CITADA

1. BERNARDES, BONIFÁCIO CARVALHO. Melhoramentos da rizicultura no Rio Grande do Sul: Súmula-relatório da Est. Exp. de Arroz. 1945.         [ Links ]

2. GOMES, A. GENTIL & MIRANDA, H. S. Variedades de arroz para o Vale do Paraíba (no prelo).         [ Links ]

3. GRANER, E. A. & GODOY, C. (jr.) Culturas da fazenda brasileira São Paulo, Melhoramento, s.d., p. 74-97.         [ Links ]

4. LUDOF, AMÉRICO T. DE MIRANDA. Cultura do arroz. Rio de Janeiro, S.I.A. 1949 58 p.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 12 de julho de 1963.

 

 

1 Trabalho apresentado na XV Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Os autores apresentam agradecimentos ao Eng.°-Agr.° Geraldo Guimarães, pela colaboração prestada na execução dos ensaios, e à Seção de Técnica Experimental, pela análise estatística dos resultados.
2 Designado pelo Instituto Agronômico como representante do Convênio com o Serviço do Vale do Paraíba.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License