SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue2Como anda a educação sexual dos jovensO jornal como o veículo no processo de mobilização e organização de grupos comunitários author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Enfermagem

Print version ISSN 0034-7167

Rev. bras. enferm. vol.41 no.2 Brasília Apr,/June 1988

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71671988000200007 

Enfermagem: sua prática e organização*

 

 

Beatriz Beduschi CapellaI; Francine Lima GelbeckeII

IProfessora do Departamento de Enfermagem - Universidade Federal de Santa Catarina
IIEnfermeira do Hospital Universitário - Universidade Federal de Santa Catarina

 

 


RESUMO

O tema central da XVI Jornada Catarinense de Enfermagem tenta levantar os principais fatores que interferem na prática e organização da enfermagem, busca apreender a sua organização nos serviços de saúde e faz algumas reflexões acerca deste tema. Procura questionar também, ainda que de forma incipiente, as situações mais polêmicas da enfermagem, tais como suas relações de trabalho nem sempre harmoniosas, o papel das diversas categorias que compõem a enfermagem e o imobilismo por que passa a categoria neste momento.


ABSTRACT

The central theme of the XVI Catarinense Nursing Workshop tries to focus the main factors interfering with the practice and organization of nursing, and endeavors to apprehend its organization within health services, making at the same time a few reflections on this theme. It also seeks to question, albeit on an incipient way, those most controversial situations in the nursing sphere such as its not always harmonious working relations the role played by the many categories of which nursing is made up, and the stand still the nursing category goes through at the present junctures.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 ALMEIDA, M. C. P. de & ROCHA, J. S. Y. O saber de Enfermagem e a sua dimensão prática. São Paulo, Cortez, 1986.         [ Links ]

2 ALVES, D. B. Mercado e condições de trabalho da Enfermagem. Salvador, Gráfica Central, 1987.         [ Links ]

3 ANGERAMI, Emília L. S. & ALMEIDA, Maria Cecília P. de. De como o enfermeiro está inserido no seu "espaço''. Revista Brasileira de Enfermagem, Porto Alegre, 36 (1): 123-9, abr./jun. 1983.         [ Links ]

4 BARROS, S. M. P. F. de. Enfermagem Social: seu objeto de trabalho. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 33, Manaus, 2-7 ago. 1981. Anais... Brasília, 1981. p. 153-160.         [ Links ]

5 ______. Prática administrativa de Enfermagem na rede de serviços de saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, Porto Alegre, 36 (3/4): 255-9, jul./dez. 1983.         [ Links ]

6 CASTRO, I. B. C. O papel social do enfermeiro: realidade e perspectivas de mudança. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 34, Porto Alegre, 1982. Anais... Porto Alegre, Pallotti, 1982. p. 33-52.         [ Links ]

7 DI LASCIO, C. M. D. S. O papel social do enfermeiro: realidade e persepctivas de mudança (debatedora). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 34, Porto Alegre, 1982, Anais... Porto Alegre, Pallotti, 1982. p. 53-60.         [ Links ]

8 ______ O exercício da Enfermagem nas instituições de saúde das diferentes regiões do país (debatedor). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 37, Recife, 1985. Anais... Recife, Associação Brasileira de Enfermagem-PE, 1986. p. 40-6.         [ Links ]

9 LORENZETTI, J. Caracterização da força de trabalho da Enfermagem no município de Florianópolis. Florianópolis, UFSC, Curso de Pós-Graduaeão em Enfermagem. 1982. Tese mestr.         [ Links ]

10. Valorização da Enfermagem. Trabalho apresentado na 10ª Jornada Catarinense de Enfermagem. Tema Central. Joinville-SC, 1982.         [ Links ]

11 MELO, C. M. M. de. Divisão social do trabalho e Enfermagem. São Paulo, Cortez, 1986.         [ Links ]

12 MENDES, D. C. Assistência de Enfermagem e administração de serviços de Enfermagem: a ambigüidade funcional do enfermeiro. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, 38 (3/4): 257-65, jul./dez. 1985.         [ Links ]

13 REZENDE, A. L. M. A Enfermagem no contexto de saúde. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 36, Belo Horizonte, 1984 . Anais. . . Belo Horizonte, FUMARC/PUCMG, 1985 . p. 11-34.         [ Links ]

14 ROSEMBERG , F. et alii. A educação da mulher no Brasil. São Paulo, Cortez, 1982.         [ Links ]

15 SILVA, G. B. Enfermagem profissional: análise crítica. São Paulo, Cortez, 1986.         [ Links ]

16 VERDERESE, O. O exercício da Enfermagem nas instituições de saúde das diferentes regiões do país. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM, 37, Recife, 1985. Anais. . . Recife, Associação Brasileira d e Enfermagem , PE, 1986. p. 35-9.         [ Links ]

 

 

* Tema central da XVI Jornada Catarinense de Enfermagem, Lages, outubro de 1988.
* Divisão técnica do trabalho é usado por esta autora no sentido da verdadeira divisão do trabalho (MARX) e da divisão parcelar ou pormenorizada do trabalho (BRAVERMAN).
Estrato social: são chamadas intermédios dentro de uma mesma classe social.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License