SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue2-3A enfermagem profissional moderna brasileira esta doenteSituação do exercício da enfermagem nos hospitais do Paraná author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Enfermagem

Print version ISSN 0034-7167

Rev. bras. enferm. vol.44 no.2-3 Brasília Apr./Sept. 1991

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71671991000200005 

Respostas a auto cuidado de mulheres brasileiras em perimenopausa estudo piloto

 

 

Marli Villela MamedeI; Ana Mareia Spanó NakanoI; Marines José V. FelipeII; De Anne K. Hilfinger MessiasIII

IDocente da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP
IIEnf. Secr. Saúde de Ribeirão Preto
IIIDocente Coordenadora do Programa de Educação Continuada da Divisão de Enfermagem da UNICAMP

 

 


RESUMO

Este estudo teve como objetivo testar a validade e confiabilidade do questionário de respostas ao auto cuidado (SCRQ) em outras culturas e países além dos Estados Unidos - especificamente, foi de avaliar a possibilidade de uso do instrumento entre mulheres brasileiras em perimenopausa. Durante o processo de tradução para a língua portuguesa, algumas modificações foram realizadas no SCRQ. O instrumento traduzido foi aplicado durante entrevistas individuais - face a face - com 38 mulheres brasileiras. Os resultados da análise das respostas das mulheres mostraram que o SCRQ é confiável, culturalmente apropriado e adaptado, e assim pode ser empregado para medir padrões de respostas de auto cuidado entre mulheres brasileiras perimenopausais. Este estudo piloto demonstrou que a experiência da mulher em relação à menopausa e o conhecimento e interesse que ela tem sobre o assunto variam de pessoa para pessoa. Foram identificadas outras questões não abordadas pelo SCRQ que merecem ser investigadas, como por exemplo a quantidade e qualidade da atividade sexual durante todo o período menopausal.


ABSTRACT

Self Care Response Patterns to Brazilian Perimenopausal Women: A Pilot Study - The purpose of this investigacion was to test the validity and reliability of the Self Care Response Questionnaire (SCRQ) in countries and cultures besides the United States - specifically to verity the use of the instrument among Brazilian perimenopausal woman. During the process of translating the SCRQ into Portuguese, several modifications have been made in the instrument. The Portuguese version has been applied during individual face to face interviews with 38 Brazilian Woman. The results of the analysis of the response patterns demonstrated that the SCRQ is realiable, culturally appropriate and adaptable, and therefore may be used to measure self care response patterns of Brazilian perimenopausal woman. This pilot study showed that a woman's experience in relation to the menopause and her knowledge and interest in the issue vary from one to another. Other issues not addressed by the SCRQ but that deserve further investigation were also identified - for example, the quality and quantity of sexual activity during the perimenopausal period.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 CHAIPHIBALSARISDI, P. - (1987) - Process of Translation of Measurement, Self Care Response Questinnaire (SCRQ). University of Illinois at Chicago, College of Nunsing (Unpublished).         [ Links ]

2 MAMEDE, M.V. - (1989) - Resposta ao auto-cuidado; adaptação para a cultura brasileira entre mulheres em perimenopausa. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP (mimeografado).         [ Links ]

3 Mc ELMURR Y , B. WEBSTER, D. & DAN, A. - (1987) Self Care Response Questionnaire. University of Illinois at Chicago, college of nunsing (Unpublished).         [ Links ]

4 WHO, - (1981) , Research on the menopause, technical reports series, 670, Geneva: WHO.         [ Links ]

 

 

Prêmio Lais Netto dos Reis - 2º lugar - 4º Congresso Brasileiro de Enfermagem - Natal -RN. 1990

 

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License