SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue1Pedoclimatic culture zoning from low intensity surveyEffects of native semiarid vegetation deforestation on soil and water losses of a haplargids in Sumé, Paraíba, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciência do Solo

On-line version ISSN 1806-9657

Rev. Bras. Ciênc. Solo vol.25 no.1 Viçosa Jan./Mar. 2001

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832001000100012 

SEÇÃO V - GÊNESE, MORFOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO DO SOLO

 

Os solos como indicadores das relações entre sedimentos continentais e marinhos na planície costeira: Rio Guaratuba (SP)(1)

 

Soils as indicators of the relationships between continental and marine sediments on the coastal plain: Rio Guaratuba (SP)

 

 

M. RossiI ; J. P. Queiroz NetoII

IIPesquisador Científico do Instituto Agronômico de Campinas - IAC. Caixa Postal 28, CEP 13001-970 Campinas (SP). Email rossi@barao.iac.br
IIIProfessor do Departamento de Geografia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - FFLCH-USP. Caixa Postal 2350, CEP 01060-970 São Paulo (SP). E-mail: laboped@edu.usp.br

 

 


RESUMO

Foram estudadas duas toposseqüências na planície litorânea no rio Guaratuba (SP), definindo seqüência de evolução pedológica e de deposição/acumulação, utilizando a análise macromorfológica de solos por meio de tradagens. A primeira seqüência ilustra a transformação de Espodossolo Ferrocárbico (Podzol) sobre sedimentos arenosos marinhos para Organossolo (solo orgânico), enquanto a outra mostra a relação entre Gleissolo Háplico (solo glei pouco húmico) sobre sedimentos continentais e Espodossolo Ferrocárbico (Podzol) em sedimentos areno-quartzosos marinhos. A sedimentação marinha é representada por feixes de restinga arenosos, com zonas embaciadas, propiciando o desenvolvimento de Espodossolos nas partes altas e Organossolos nas partes baixas. Morros isolados inferiores à planície funcionaram como antigas zonas de balizamento desses feixes, que limitaram o sistema deposicional continental, definindo o material marinho como anterior ao continental, onde ocorreu um encaixamento da drenagem próximo ao contato.

Termos de indexação: gênese, toposseqüência, Serra do Mar, Gleissolo, Espodossolo, Organossolo.


SUMMARY

Two toposequences on the coastal plain of Rio Guaratuba (SP) were studied to define the pedological and deposition/storage evolution by means of macromorphological soil analysis. The first sequence shows the change of a Podzol into organic soil on marine sandy sediments, whereas the second one shows the relationship of a Gley Soil on continental sediments with a Podzol soil on marine sediments. Marine sedimentation was found to form sandbanks with internal depression zones, which allowed the development of a Podzol in the highlands and Organosol on the lowlands. Isolated hills of the anterior coastline have acted as physical barriers to the marine sandbanks, thus limiting continental sedimentation; the drainage system was cut along the contact zone, suggesting that the marine deposits have preceded the continental deposits.

Index terms: genesis, toposequence, Serra do Mar, gleissolo, espodossolo, organossolo.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

BOULET, R. Análise estrutural da cobertura pedológica e a experimentação agronômica. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 21., Campinas, 1987. Anais. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1988a. p.431-446.         [ Links ]

BOULET, R Análise estrutural da cobertura pedológica e cartografia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 21., Campinas, 1987. Anais. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1988b. p.79-90.         [ Links ]

BRASIL - Ministério da Agricultura. Levantamento de Reconhecimento dos Solos do Estado de São Paulo. Rio de Janeiro, Serviço Nacional de Pesquisa Agropecuária, 1960. 634p. (Boletim 12).         [ Links ]

CAMARGO, O.A.; MONIZ, A.C.; JORGE, J.A. & VALADARES, J.M.A.S. Métodos de análise química, mineralógica e física de solos do Instituto Agronômico de Campinas. Instituto Agronômico de Campinas, 1986. 94p. (Boletim Técnico, 106)        [ Links ]

CAMARGO, M.N.; KLANT, E. & KAUFFMAN, J.H. Classificação de solos usada em levantamentos no Brasil. B. Inf. SBCS, 12:11-33, 1987.         [ Links ]

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasilia, 1999. 412p.         [ Links ]

LEMOS, R.C. & SANTOS, R.D. Manual de descrição e coleta de solo no campo. 3.ed. Campinas, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 1996. 83p.         [ Links ]

OLIVEIRA, J.B.; CAMARGO, M.N.; ROSSI, M. & CALDERANO FILHO, B. Mapa pedológico do estado de São Paulo: legenda expandida. Campinas, Instituto Agronômico. Rio de Janeiro, EMBRAPA-Solos. Campinas, 1999. 64p.         [ Links ]

QUEIROZ NETO, J.P. & KÜPPER, A. Os solos. In: A BAIXADA Santista. Aspectos geográficos. As bases físicas. São Paulo, Universidade de São Paulo, 1965. p.67-92.         [ Links ]

RADAMBRASIL. Ministério de Minas e Energia. Levantamento dos Recursos Naturais - Folhas SF 23/24, Rio de Janeiro/Vitória, 32:780. 1983.         [ Links ]

ROSSI, M. & QUEIROZ NETO, J.P. Amostras circulares de rede de drenagem para o estudo de solos de regiões tropicais umidas escarpadas e litorâneas. São Paulo, Brasil. In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE CIÊNCIA DO SOLO, 13., Águas de Lindóia, 1996. Águas de Lindóia, 1996. (CD Rom)        [ Links ]

ROSSI, M. & QUEIROZ NETO, J.P. Ensaio Morfopedológico em Escarpa Tropical Úmida: Serra do Mar - SP. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOMORFOLOGIA. SOCIEDADE & NATUREZA, Revista do Departamento de Geografia. Universidade Federal de Uberlândia/Edição Especial - Uberlândia, MG. Resumo expandido. Uberlândia, 1996b. p.457-461.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em abril de 2000
Aprovado em outubro de 2000.

 

 

(1) Parte de Tese de Doutorado do primeiro autor, apresentada no II Simpósio Nacional de Geomorfologia em Florianópolis (SC).

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License