SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1Corn hybridis response to nicosulfuron: I. Biological and production aspectsSelection of early-applicated herbicides in transplanted muskmelon crop. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Planta Daninha

Print version ISSN 0100-8358

Planta daninha vol.14 no.1 Viçosa  1996

http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83581996000100002 

Viabilidade econômica dos sistemas manual e mecanizado de aplicação de herbicidas em ferrovias

 

Economical viability of manual and mechanized application of herbicides in railways

 

 

Ulisses R. AntuniassiI; Edivaldo D. VeliniII; Daniel CamposilvanIII

IProf. Assistente Doutor. Depto. Eng. Rural, FCA-UNESP, Caixa Postal 237, CEP 18.603-970, Botucatu/SP, Brasil
IIProf. Assistente Doutor, Depto. Agricultura e Melhoramento Vegetal. FCA-UNESP
IIIEng. Agr., Monsanto do Brasil Ltda., Rua Paes Leme. 504, CEP 05.424-000, São Paulo/SP

 

 


RESUMO

A aplicação mecanizada de herbicidas em ferrovias tem como principal vantagem a grande capacidade operacional, cobrindo trechos extensos em curtos espaços de tempo. Entretanto em função das características dos equipamentos utilizados, quase sempre ocorre grande desperdício de herbicida. A aplicação manual, através de pulverizadores costais, tem como principal vantagem a possibilidade da pulverização dirigida às áreas infestadas, diminuindo a quantidade de herbicida aplicado. Por outro lado, sua reduzida capacidade operacional faz com que a aplicação de longos trechos seja demorada, tornando-a, assim, mais dependente dos problemas climáticos e operacionais da ferrovia. O objetivo do trabalho foi realizar uma análise comparativa das características operacionais e econômicas destes sistemas de aplicação, apontando os fatores mais importantes a serem avaliados para a sua implantação. Para tanto, foram realizadas simulações em computador, baseando-se em diversas equações matemáticas e dados levantados no campo. Os resultados mostraram que a aplicação manual apresentou-se mais econômica apenas para trechos com baixas infestações (até 10%, e média). Na composição de custos, os gastos com herbicidas corresponderam a cerca de 80% do total para a aplicação mecanizada e apenas 8% na manual. Levando-se em conta os fatores operacionais e de mão-de-obra, em apenas um dos trechos avaliados houve vantagem econômica do uso da aplicação manual.

Palavras chave: Pulverização, custos área não agrícola.


ABSTRACT

Mechanized and manual systems of herbicide application in railway present either advantages or disadvantages. The main advantage of mechanized application is related to its wide operational capacity which covers large distances in short time. However, in function of the equipment characteristics, an excessive waste of herbicide usually occurs. The main advantage of manual application is the direct spraying in the infested area, decreasing the quantity of herbicide applied. On the other hand, its reduced operational capacity delays the application of the large areas, becoming the operation dependent on climatic and operational problems of the railways. The aim of this work was to perform a comparative analysis of operational and economical characteristics of the systems, pointing out the most important factor to be evaluated for its implantation. Therefore, simulations were performed by computer, considering several mathematical equations and data obtained in field. The results showed that manual application was more economical only for areas with low infestations. Concerning costs, the expenses with herbicides corresponded to approximately 80% of the total for mechanized application, and 8% for manual application. By considering operational and labor factor, in only one of the areas evaluated, economical advantage in the usage of manual application was presented.

Key words: Application methods, costs, non-crop.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

AGRADECIMENTOS

Agradecemos a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) - Estrada de Ferro Vilória-Minas (EFVM), Departamento de Meio Ambiente, pelo fornecimento das informações necessárias à realização deste trabalho.

 

LITERATURA CITADA

ANTUNIASSI, UR. Simulação operacional e econômica e desenvolvimento da cultura do milho (Zea mays L.) semeado em janeiro, em função de dois tipos de preparo do solo e cinco modalidades de controle de plantas invasoras. Botucatu: UNESP, 1993, 141p. Tese (Doutorado em Energia na Agricultura).         [ Links ]

ANTUNIASSI, UR; VELINI, ED. Avaliação econômica e operacional de diferentes sistemas de controle químico de plantas daninhas em ferrovias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais... Santa Maria: Departamento de Engenharia Rural, Universidade Federal de Santa Maria, 1992, p.2082-2096.         [ Links ]

BALASTREIRE, LA. Máquinas agrícolas. São Paulo: Manole, 1987, 307p.         [ Links ]

FURLANI JUNIOR, JÁ; NOGUEIRA, HC; ANTUNIASSI, UR. Construção de protótipo de aplicador de herbicidas em ferrovias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais... Santa Maria: Departamento de Engenharia Rural, Universidade Federal de Santa Maria, 1992a, p.2026-2034.         [ Links ]

FURLANI JUNIOR, JA; NOGUEIRA, HC; ANTUNIASSI, UR. Estudo comparativo de parâmetros operacionais e econômicos entre a capina química e manual em ferrovias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais... Santa Maria: Departamento de Engenharia Rural, Universidade Federal de Santa Maria, 1992b, p.2015-2025.         [ Links ]

MIALHE, LG. Manual de mecanização agrícola. São Paulo: Ceres, 1974, 301p.         [ Links ]

VELINI, ED; ANTUNIASSI, UR. Avaliação comparativa de sistemas de controle químico de plantas daninhas em ferrovias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais... Santa Maria: Departamento de Engenharia Rural, Universidade Federal de Santa Maria, 1992, p.2048-2057.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 28/07/95 e na forma revisada em 21/05/96.

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License