SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue4Effect of fertilization on cell size in wood of Eucalyptus grandis Hill ex MaidenFloristic and structural variations of a gully at Itumirim, Minas Gerais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


CERNE

Print version ISSN 0104-7760

CERNE vol.16 no.4 Lavras Oct./Dec. 2010

https://doi.org/10.1590/S0104-77602010000400007 

Avaliação de pisos produzidos a partir de toras de clones de Eucalyptus sp. com pequenos diâmetros

 

Evaluation of flooring produced from small diameters logs of Eucalyptus sp. clones

 

 

Iêdo Souza SantosI; José Tarcísio LimaII; José Reinaldo Moreira da SilvaIII

ITecnólogo da Madeira, Mestre em Ciência e Tecnologia da Madeira – Departamento de Tecnologia da Madeira – Universidade do Estado do Pará – Travessa Enéas Pinheiro, 2626 – 66090-970 – Belém, PA – iedosantos@gmail.com
IIEngenheiro Florestal, Professor Ph.D. em Ciência e Tecnologia da Madeira – Departamento de Ciências Florestais/DCF – Universidade Federal de Lavras/UFLA – Cx. P. 3037 – 37200-000 – Lavras, MG – jtlima@dcf.ufla.br
IIIEngenheiro Florestal, Professor Dr. em Engenharia Florestal – Departamento de Ciências Florestais/DCF – Universidade Federal de Lavras/UFLA – Cx. P. 3037 – 37200-000 – Lavras, MG – jreinaldo@dcf.ufla.br

 

 


RESUMO

Neste trabalho, objetivou-se avaliar a madeira dos clones MN 249 e MN 89 de Eucalyptus, visando à produção de piso a partir de toras de pequenos diâmetros. Foram determinadas as propriedades físicas da madeira - NBR 7190/97 (ABNT, 1997) e a simulado o produto em serviço (ASTM D 2394/83) com espessuras de 8 e 14 mm. A densidade básica do clone MN 89 foi maior (0,615 g/cm3). As contrações foram mais acentuadas no clone MN 249, no entanto, o coeficiente de anisotropia desse clone foi menor. Para os ensaios de simulação de uso, o piso produzido pelo clone MN 249 foi o que teve o menor índice de deformação. No piso de 8 mm de espessura, além das diferenças entre clones, houve interação estatística significativa entre as posições para o ensaio de endentação causada por cargas aplicadas em pequenas áreas. As deformações obtidas para o piso com 14 mm de espessura, produzidos com o clone MN 89, foram superiores às encontradas na literatura para o ensaio de endentação por carga aplicada sobre área pequena. O clone MN 249 apresentou os melhores resultados em ambas as espessuras.

Palavras-chave: Piso, madeira de reflorestamento, simulação de uso, ensaios.


ABSTRACT

This study evaluated two Eucalyptus clones, MN 249 and MN 89, for the flooring production using small diameters logs. It was considered the wood physical properties - NBR 7190/97 (ABNT, 1997) and simulation of the product in service (ASTM D 2394/83) with two thicknesses, 8 and 14 mm. The basic density of the clone 89 NM was the highest one (0,615 g/cm3). The contractions were more pronounced in clone NM 249, however, the anisotropy coefficient of this clone was small. In the simulation tests, the floor produced by clone MN 249 presented the lowest deformation rate. The floor of 8 mm, in addition to the differences between clones, there was significant interaction between the positions for the indentation test caused by loads applied in small areas. The deformations obtained for the floor with 14 mm thickness, produced with the MN clone 89, were higher than those found in the literature for the indentation load applied on a small area test. The clone MN 249 presented the best results in both thicknesses.

Key words: Flooring, forest plantation wood, simulation of use, tests.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

5 AGRADECIMENTOS

Os autores agradecem à empresa V & M Tubes pelo apoio financeiro e doação das árvores, à Fapemig pelo apoio financeiro (Projeto Pesquisador Mineiro - Processo Nº CAG ´PQ-4881-3.10/07) e pela concessão da bolsa de estudos ao primeiro autor. E também à professora da UFOPA, Juliana Mendes de Oliveira.

 

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM D 2394-83. Philadephia, 1994. 608 p.         [ Links ]

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MADEIRA PROCESSADA MECANICAMENTE. Madeira processada mecanicamente: estudo setorial. Curitiba, 2007. 42 p.         [ Links ]

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7190: projetos de estruturas de madeira. Rio de Janeiro, 1997. 107 p.         [ Links ]

BARBOSA, C. G.; LIMA, J. T.; ROSADO, S. C. da S.; TRUGILHO, P. F. Elaboração de programa de secagem para madeiras de clones de híbridos de Eucalyptus spp. Cerne, Lavras, v. 11, n. 1, p. 40-48, 2005.         [ Links ]

CRUZ, C. R.; LIMA, J. T.; MUNIZ, G. I. B. Variação dentro das árvores e entre clones das propriedades físicas e mecânicas de híbridos de Eucalyptus. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 64, p. 33-47, 2003.         [ Links ]

FERREIRA, S.; LIMA, J. T.; ROSADO, S. C. da S.; TRUGILHO, P. F. Influência de método de desdobro tangencial no rendimento e na qualidade da madeira de clones de Eucalyptus spp. Cerne, Lavras, v. 10, n. 1, p. 10-21, 2004.         [ Links ]

LIMA, J. T.; BREESE, M. C.; CAHALAN, C. M. Genotypeenvironment interaction in wood basic density of Eucalyptus clones. Wood Science and Technology, Zurich, v. 34, n. 2 p. 197-206, 2000.         [ Links ]

MARTINS, M. Ensaios de simulação de uso em piso de Eucalyptus cloeziana F. Mull, Eucalyptus microcorys F. Mull e Corymbia maculata Hook. 2008. 46 p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.         [ Links ]

MOURA, M. C. O.; ROSADO, S. C. da S.; TRUGILHO, P. F.; CARVALHO, D. Variação genética e herdabilidade da estabilidade dimensional de madeira de Eucalyptus. In: CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 2003, São Paulo. Anais... São Paulo, 2003. p. 242-249.         [ Links ]

PADILHA, C.; LIMA, J. T.; SILVA, J. R. M.; TRUGILHO, P. F.; ANDRADE, H. B. Avaliação da qualidade da madeira de Eucalyptus urophylla para utilização em pisos. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 71, p. 141-147, 2006.         [ Links ]

 

 

Recebido: 15 de outubro de 2009
Aceito: 29 de julho de 2010

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License