SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número1Aspectos bioecológicos de Stellifer rastrifer (Perciformes: Sciaenidae) na Baía de Santos, SPSistemática bioquímica de Menticirrhus americanus e Menticirrhus littoralis (Teleostei: Perciformes: Sciaenidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Boletim do Instituto Oceanográfico

versão impressa ISSN 0373-5524

Bol. Inst. Oceanogr. vol.38 no.1 São Paulo  1990

http://dx.doi.org/10.1590/S0373-55241990000100008 

ARTIGOS

 

Os Sciaenidae (Teleostei: Perciformes) da Baía de Santos (SP), Brasil

 

Sciaenidae fishes (Teleostei: Perciformes) from Baía de Santos (SP), Brazil

 

 

Roberto Giannini*; Alfredo Martins Paiva Filho

Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (Caixa Postal 9075, 01051, São Paulo, SP)

 

 


RESUMO

A fim de se determinar os padrões de distribuição e de repartição temporal e espacial das espécies de peixes da família Sciaenidae na Baía de Santos, foram efetuadas amostras mensais diurnas com arrastos de praia e de fundo, de março de 1985 a maio de 1986. O estudo foi baseado na comparação das variações espaciais e temporais da ocorrência e abundância e na análise da influência de parâmetros ambientais.
Vinte espécies de cienídeos foram coletadas na região, todas ocorrendo nos arrastos de fundo e nove nos arrastos de praia. Dentre essas, Stelliferrastrifer, Isopisthus parvipinnis, Paralonchurus brasiliensis, Micropogonias fumieri, Stellifer brasiliensis, Menticirrhus americanus e Menticirrhus littoralis, estiveram presentes durante todo o período, contribuindo com mais de 90 % do total capturado na Baía de Santos e região de praias adjacentes.
A coexistência dessas espécies foi possível devido à alternância das ocorrências e dos picos de abundância em função das épocas do ano, da área de amostragem e da variação da temperatura e salinidade da água.
S. rastrifer ocorreu preferencialmente nos arrastos de fundo, no inverno, em águas frias e de profundidade e salinidade medianas e em todos os setores de amostragem. I. parvipinnis, P brasiliensis e S. brasiliensis ocorreram preferencialmente nos arrastos de fundo, no inverno, primavera e outono, respectivamente, em águas frias, profundas e mais salinas e nos setores mais externos. M. furnieri e M. americanus ocorreram nos arrastos de fundo e de praia e, preferencialmente, no verão, em águas quentes, rasas e menos salinas e nos setores mais internos. M. littoralis ocorreu preferencialmente nos arrastos de praia, no inverno, em águas frias e em todas as estações de amostragem.

Descritores: Peixes marinhos, Distribuição sazonal, Biomassa, Número da população, Efeitos ambientais, Sciaenidae, Estuários, Santos: SP, São Vicente: SP.


ABSTRACT

The purpose of this study was to describe the occurrence and the spatial partitioning of the most abundant juvenile sciaenid fishes in the Bay of Santos, based upon the variability in the occurrence and abundance and influence of environmental factors. Monthly diurnal beach seine haul and bottom trawl samples were made between March 1985 and May 1986. Twenty species of sciaenid fishes were collected in the region, all occurrying in bottom trawls and nine of them in beach seine hauls. Among them, Stellifer rastrifer, Isopisthus parvipinnis, Paralonchurus brasiliensis, Micropogonias furnieri, Stellifer brasiliensis, Menticirrhus americanus and Menticirrhus littoralis were found year-round and constituted more than 90 % of total catches from the Bay of Santos and adjacent beach region; their coexistence was possible due to seasonal and spatial differences in relative abundance and due to water temperature and salinity influence. S. rastrifer occurred mainly in bottom trawls, during winter, in colder waters with medium depth and salinity and in all strata. /. parvipinnis, P. brasiliensis and S. brasiliensis occurred mainly in bottom trawls, during winter, spring and fall, respectively, in colder, deeper and saltier waters and in outer strata. M. furnieri and M. americanus occurred in bottom trawls and beach seine hauls and, mainly, during summer, in warmer, shallower and with less salinity waters and in inner strata. A/, littoralis occurred mainly in beach seine hauls, during winter, in colder waters and in all sample stations.

Descriptors: Marine fish, Seasonal distribution, Biomass, Population number, Environmental effects, Sciaenidae, Estuaries, Santos, São Vicente, Brazil.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

Agradecimentos

Os autores agradecem à Oscar Barbosa e Edgar Borges, da Base de Santos do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, e à tripulação do B/Pesq. "Veliger II", pela colaboração nas coletas. Aos colegas Francisco Borba Ribeiro Neto e João Marcos Miragaia Schmiegelow, pelo apoio nos trabalhos de campo e de laboratório.

 

Referências bibliográficas

ALVITRES CASTILLO, V.R. 1986. Estudo sobre a biologia e ciclo de vida de Menticirrhus americanus (Linnaeus, 1758) (Ubatuba 23º30'S - Cananéia 25º 05'S, São Paulo). Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 150p.         [ Links ]

BARBIERI, L.R.R. 1986. Distribuição espacial e temporal de sciaenídeos juvenis no estuário da Lagoa dos Patos, RS, Brasil. Dissertação de mestrado. Fundação Universidade do Rio Grande. 98p,         [ Links ]

CHAO, L.N. 1978. Sciaenidae. In: Fischer, W., ed. FAO species identification sheets for fishery purpose. Western Central Atlantic (fishing area 31). Rome, FAO. pag.var.         [ Links ]

______; PEREIRA, L.E. & VIEIRA, J.P. 1985. Estuarine fish community of the Patos Lagoon, Brazil. A baseline study. In: Yáñez-Arancíbia, A., ed. Fish community and ecology in estuaries and coastal lagoons: towards an ecosystem integration. México, D.F., UNAM Press, p.429-450.         [ Links ]

COELHO, J.A.P.; GRAÇA LOPES, R. da; RODRIGUES, E.S. & PUZZI, A. 1987. Aspectos biológicos e pesqueiros do Sciaenidae Stellifer brasiliensis (Schultz, 1945), presente na pesca artesanal dirigida ao camarão sete-barbas (São Paulo, Brasil). Bolm lnst. Pesca, S Paulo, 14 (único): 1-10.         [ Links ]

______; PUZZI, A.; GRAÇA LOPES, R. da; RODRIGUES, E.S. & PIETRO JR., O.1986. Análise da rejeição de peixes na pesca artesanal dirigida ao camarão sete-barbas Xyphopenaeus kroyeri no litoral do Estado de São Paulo. Bolm Inst. Pesca, S Paulo, 13(2): 51-61.         [ Links ]

CORBISIER, T.N. 1981. Aspectos ecológicos da macrofauna bentônica da zona entre-marés arenosa, no sistema estuarino de Santos (Estado de São Paulo, Brasil). Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 63p.         [ Links ]

CUNHA, L.P.R. 1981. Variação sazonal da distribuição, abundância e diversidade dos peixes na zona de arrebentação da praia do Cassino, R.S. - Brasil. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio de Janeiro. 47p.         [ Links ]

CUNNINGHAM, P.T.M. 1983. Estudo comparativo da ictiofauna da costa oeste e Enseada das Palmas da Ilha Anchieta, Enseada do Flamengo e Enseada da Fortaleza (Lat. 23º29'S-23º33'S, Long. 45º03'W-45º09'W), Ubatuba, Estado de São Paulo-Brasil. Tése de doutorado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 133p.         [ Links ]

FÚLFARO, VJ. & PONÇANO, W.L. 1976. Sedimentação atual do estuário e baía de Santos: um modelo geológico aplicado a projetos de expansão da zona portuária. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA DE ENGENHARIA, 1., Rio de Janeiro, 1976. Anais. Rio de Janeiro, Associação Brasileira de Geologia de Engenharia.v.2, p.67-90.         [ Links ]

GIANNINI, R. 1989. Distribuição temporal e espacial e aspectos bioecológicos da família Sciaenidae na Baía de Santos, SP, Brasil. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 203p.         [ Links ]

LEGENDRE, L. & LEGENDRE, P. 1983. Numerical ecology. New York, Elsevier. 420p.         [ Links ]

MATSUURA, Y. 1977. O ciclo de vida da sardinha verdadeira (Introdução à oceanografia pesqueira). Publção. esp. Inst. oceanogr. Univ. S Paulo, (4):1-146.         [ Links ]

______ & NAKATANI, K. 1979. Ocorrência de larvas e jovens de peixes na Ilha Anchieta (SP), com algumas anotações sobre a morfologia da castanha Umbrina coroides Cuvier, 1830. Bolm Inst. oceanogr., S Paulo, 28(1): 165-183.         [ Links ]

MENEZES, N.A. & FIGUEIREDO, J.L. 1980. Manual de peixes marinhos do sudeste do Brasil. IV. Teleostei (3). São Paulo, Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. 96p.         [ Links ]

MESQUITA, A.R. 1974. Report on the seasonal variations of coastal waters, Brazil (Lat. 24ºS). Relat. int. Inst. oceanogr. Univ. S Paulo, (1):1-36.         [ Links ]

NONATO, E.F.; AMARAL, A.C.Z. & FIGUEIREDO, J.L. 1983. Contribuição ao conhecimento da fauna de peixes do litoral norte do Estado de São Paulo. Bolm Inst.oceanogr., S Paulo, 32(2): 145-152.         [ Links ]

PAIVA FILHO, A.M. 1982. Estudo sobre a ictiofauna do Canal dos Barreiros, Estuário de São Vicente, SP. Tese de livre- docência. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 189p.         [ Links ]

______; GIANNINI, R.; RIBEIRO NETO, F.B. & SCHMIEGELOW, J.M.M. 1987. Ictiofauna do complexo baía-estuário de Santos e São Vicente, SP, Brasil Relat. int. Inst. oceanogr. Univ. S Paulo, (17): 1-10.         [ Links ]

______ & SCHMIEGELOW, J.M.M. 1986. Estudo sobre a ictiofauna acompanhante da pesca do camarão sete-barbas, Xyphopenaeus kroyeri, nas proximidades da Baía de Santos, SP. Bolm Inst. oceanogr., S Paulo, 34 (único): 79-85.         [ Links ]

PAIVA FILHO, A.M. & TOSCANO, A.P. 1987. Estudo comparativo e variação da ictiofauna na zona entre-marés do Mar Casado-Guarujá e Mar Pequeno-São Vicente, SP. Bolm Inst. oceanogr., S Paulo, 35 (2): 153-165.         [ Links ]

PEREIRA, N. 1985. Eutrofização no sistema estuarino e das baías de Santos e São Vicente (Estado de São Paulo). Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Faculdade de Saúde Pública. 2v.         [ Links ]

PLA, L.E. 1986. Análisis multivariado: método de componentes principales. Sér. Mat. O.E.A., (27): 90p.         [ Links ]

RIBEIRO NETO, F. B. 1989. Estudo da comunidade de peixes da Baía de Santos, SP. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo. Instituto Oceanográfico. 196p.         [ Links ]

SINQUE, C. 1977. Distribuição do ictioplâncton na região lagunar de Cananéia e descrição das larvas da família Sciaenidae (Teleostei). Tese de doutorado. Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências. 127p.         [ Links ]

SOARES, L.S.H. 1983. Aspectos da biologia e ecologia de Isopisthus parvipinnis (Cuvier, 1830) (Perciformes: Sciaenidae) entre Cabo Frio e Torres, Brasil. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 123p.         [ Links ]

SONDOTÉCNICA ENGENHARIA DE SOLOS S.A. 1977. Comportamento hidráulico e sedimentológico do estuário santista (relatório final). M.T., Portobrás, I.N.P.H. 180p.         [ Links ]

SOUSA, E.C.P.M. de 1979. Produção primária bentônica da zona entre marés em praias da Baixada Santista. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 168p.         [ Links ]

TOMMASI, L.R. 1979. Considerações ecológicas sobre o sistema estuarino de Santos (SP). Tese de livre-docência. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 2v.         [ Links ]

VARGAS, CP. 1976. Estudo sobre diferenciação geográfica de Paralonchurus brasiliensis (Steidachner, 1875) entre as latitudes 23º30'S (Ubatuba) e 33ºS (Albardão). Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 2v.         [ Links ]

VAZZOLER, A.E.A. de M. 1969. Ictiofauna da baía de Santos. I. Sciaenidae (Percoidea, Percomorphi). Bolm Inst. oceanogr., S Paulo, 18 (1):11-26.         [ Links ]

VAZZOLER, A.E.A. de M. 1971. Diversificação fisiológica e morfológica de Micropogonias fumieri (Desmarest, 1822) ao sul de Cabo Frio, Brasil. Bolm Inst. oceanogr., S Paulo, 20(2): 1-70.         [ Links ]

VAZZOLER, G. 1975. Distribuição da fauna de peixes demersais e ecologia dos Sciaenidae da plataforma continental brasileira, entre as latitudes 29º21'S (Torres) e 33º44'S (Chuí). Bolm Inst.oceanogr., S Paulo, 24(único): 85-169.         [ Links ]

ZANI-TEIXEIRA, M. de L. 1983. Contribuição ao conhecimento da ictiofauna da baía do Trapandé, complexo estuarino lagunar de Cananéia, SP. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico. 82p.         [ Links ]

 

 

(Recebido em 08-06-89; aceito em 27-09-90)

 

 

(*) Pós-graduando do Departamento de Oceanografia Biológica.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons