SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue1Estrutura e formação do conceito nas línguas especializadas: tratamento terminológico e lexicográficoO desenvolvimento da compreensão oral e em leitura em um programa temático baseado em tarefas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Linguística Aplicada

On-line version ISSN 1984-6398

Rev. bras. linguist. apl. vol.4 no.1 Belo Horizonte  2004

https://doi.org/10.1590/S1984-63982004000100007 

O alinhamento pró-Estados Unidos da Fonologia no Brasil

 

 

Wilmar da Rocha D'Angelis

IEL-UNICAMP

 

 


RESUMO

A fonologia da vertente do Círculo de Praga - seguida por Câmara Jr. - não deixou seguidores entre lingüistas no Brasil, onde assistimos à vitória hegemônica da vertente estruturalista distribucionalista norte-americana. Com suas limitações teóricas e seu empirismo exacerbado, essa perspectiva engessou o tratamento da fonologia do Português Brasileiro e provocou o abandono das intuições mais perspicazes da abordagem do próprio Mattoso. Ela também comprometeu o tratamento da fonologia de grande parte das línguas autóctones brasileiras, ao mesmo tempo em que foi responsável pela formação de gerações de lingüistas em nosso país. Sua vitória não correspondeu apenas a um embate acadêmico, mas integrou um processo latino-americano de alinhamento pró-Estados Unidos que, na Fonologia, ainda mostra uma sobrevida.


ABSTRACT

Phonology of the Prague Scholl - followed by Câmara Jr - did not leave followers between Brazilian linguists, since in this country we watched the hegemonic victory of the distributionalist Structuralism of North America. With its theoretical limitations and its exasperate empiricism, this perspective confined the treatment of the Brazilian Portuguese's Phonology and led to the abandonment of the most interesting intuitions of Mattoso's approach. It also impaired the treatment of the phonological component of great part of the native languages in Brazil, and at the same time, it was responsible for the formation of generations of linguists in our country. Its victory did not correspond only to an academic dispute, but it integrated a Latin American process of alignment with the United States, which, in Phonology, still survives.


 

 

Texto completo do artigo disponível apenas em PDF.

Article full text available only in PDF format.

 

 

Referências Bibliográficas

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Os estudos lingüísticos nos Estados Unidos da América do Norte. Rio de Janeiro: Museu Nacional, 1945.         [ Links ]

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Prefácio do Tradutor. In: Sapir, E. A linguagem. Introdução ao estudo da fala. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1954. p. 7-14.         [ Links ]

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Princípios de Lingüística Geral. 4. ed. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1974. [1ª ed.: 1942 ]         [ Links ].

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Problemas de Lingüística Descritiva. 7ª ed. Petrópolis: Vozes, 1976. [1ª ed.: 1969 ]         [ Links ].

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Para o estudo da fonêmica portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Livraria Ed. Padrão, 1977a. [1ª ed.: 1953, pela Organização Simões ]         [ Links ].

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. Introdução às línguas indígenas brasileiras. 3. ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1977b. [1ª ed.: 1965 ]         [ Links ].

CÂMARA JR., Joaquim Mattoso. História da Lingüística. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1979.         [ Links ]

CARROLL, John B. O estudo da linguagem. Trad. Vicente P. de Souza. Petrópolis: Ed. Vozes, 1973.         [ Links ]

D'ANGELIS, Wilmar R. Sistema Fonológico do Português: rediscutindo o consenso. D.E.L.T.A., v. 18, n. 1, p. 1-24, 2002a.         [ Links ]

D'ANGELIS, Wilmar R. Ainda a 'Fonêmica' do Português. Ou, por que as teorias avançam e a análise permanece? Reunião do GT Fonética e Fonologia, XVII Encontro Nacional da ANPOLL - Associação Nacional de Pós-Graduação em Letras e Lingüística. Gramado (RS), junho de 2002.         [ Links ]

FARIA, L. de Castro. Introdução. In: Câmara Jr., J.M. Introdução às línguas indígenas brasileiras. 3. ed. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1977, p. 7-10. [1ª ed.: 1965 ]         [ Links ].

FONTAINE, Jacqueline. O Círculo Lingüístico de Praga. São Paulo: Cultrix / Ed. da USP, 1978.         [ Links ]

IANNI, Octavio. O colapso do populismo no Brasil. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.         [ Links ]

JAKOBSON, Roman. Boas' View of Grammatical Meaning. American Anthropologist. (número dedicado a "The Anthropology of Franz Boas", editado por W. Goldschmidt). v. 61, n.5, part 2, p. 139-145, 1959.         [ Links ]

JAKOBSON, Roman. Franz Boas' approach to language. In: Jakobson, R. Selected Writings II. The Hague: Mouton, 1971. p. 477-488.         [ Links ]

JAKOBSON, Roman. Fonema e Fonologia. Trad. J.M. Câmara Jr. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1972.         [ Links ]

KINDELL, Gloria. Alternation of some contrastive and noncontrastive sounds of Kaingáng. 1981. Datil. 16 p.         [ Links ]

LEITE, Yonne de Freitas. O Summer Institute of Linguistics. Estratégias e ação no Brasil. Religião e Sociedade. Rio de Janeiro/São Paulo: Presença / Cortez, n. 7, p.60-64, 1981.         [ Links ]

LEITE, Yonne de Freitas. O pensamento fonológico de J. Mattoso Câmara Jr. Linguagem. Revista Brasileira de Estudos de Língua e Literatura. Rio de Janeiro: Presença, n. 7, p. 33-38, 1990.         [ Links ]

LEPSCHY, Giulio C. A Lingüística Estrutural. 2. ed. Trad. N.T. Feres. São Paulo: Perspectiva, 1975.         [ Links ]

LEROY, Maurice. As grandes correntes da Lingüística Moderna. Trad. I. Blikstein e J.P. Paes. São Paulo: Cultrix, 1971.         [ Links ]

MATHESIUS, Vilém. Dircurso de abertura pronunciado na sessão da manhã de 18 de dezembro de 1930. In: Toledo, D. (Org.). Círculo Lingüístico de Praga: estruturalismo e semiologia. Porto Alegre: Ed. Globo, 1978, p. 107-109.         [ Links ]

PHILIPSON, Jurn. Introdução. In: Dascal, M. (Org.). Fundamentos Metodológicos da Lingüística. Vol. II - Fonologia e Sintaxe. Campinas: IEL-UNICAMP, 1981, p. 7-14.         [ Links ]

PIKE, Kenneth L. As correntes da lingüística norte-americana. Revista Brasileira de Filologia. Rio de Janeiro, v. 2, tomos I-II, p.207-216, 1956.         [ Links ]

RODRIGUES, Aryon Dall'Igna. A obra científica de Mattoso Câmara Jr. Cadernos de Estudos Lingüísticos, n. 6, p. 83-94, 1984.         [ Links ]

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Lingüística Geral. 6. ed. São Paulo: Cultrix, 1974.         [ Links ]

SAPIR, Edward. Selected Writings of Edward Sapir in Language, Culture and Personality. Mandelbaum, David G. (Ed.). Berkeley: University of California Press, 1951.         [ Links ]

SAPIR, Edward. A Linguagem. Introdução ao estudo da fala. Trad. J.M. Câmara Jr. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1954.         [ Links ]

SILVA, T. Cristófaro. Fonética e Fonologia do Português. Roteiro de estudos e guia de exercícios. São Paulo: Contexto, 1999.         [ Links ]

SILVEIRA, Sousa da. Prefácio à Primeira Edição. In: Câmara Jr., J.M. Princípios de Lingüística Geral. Rio de Janeiro: Livraria Acadêmica, 1974.         [ Links ]

TOLEDO, Dionísio (Org.). Círculo Lingüístico de Praga: estruturalismo e semiologia. Porto Alegre: Ed. Globo, 1978.         [ Links ]

TRUBETZKOY, Nikolay. A Fonologia atual. In: Dascal, M. (Org.), Fundamentos Metodológicos da Lingüística. Vol. II - Fonologia e Sintaxe. Campinas: IEL-UNICAMP, p. 15-35, 1981. Originalmente publicado em 1933.         [ Links ]

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License