Accessibility / Report Error

Densidade da jaguatirica em um ambiente semiárido no nordeste do Brasil

Resumo

Jaguatiricas possuem um papel fundamental em comunidades ecológicas como mesopredadores, afetando níveis tróficos inferiores e também outros mesopredadores. Esta espécie possui uma grande variabilidade em suas características ecológicas em toda a sua distribuição, no entanto, o conhecimento desta espécie possui lacunas em vários locais onde ela ocorre. Neste trabalho, nós apresentamos o primeiro estudo desta espécie no semiárido brasileiro da Caatinga. Ambientes áridos podem afetar negativamente as espécies carnívoras e, aliado a alterações antrópicas, esta espécie pode ser levada a extinção local se sua densidade populacional é baixa. Portanto, para verificar o nível populacional da jaguatirica em uma região protegida da Caatinga, instalamos armadilhas fotográficas, entre setembro de 2009 e janeiro de 2010. Com os dados obtidos, calculamos a densidade desta espécie através de métodos espacialmente explícitos (SECR). A densidade estimada da jaguatirica foi de 3.16 ± 0.46 indivíduos por 100 km2. Esta estimativa é muito baixa para esta espécie, o que pode ser um reflexo das condições áridas deste ambiente. Um estudo populacional de maior duração pode ajudar a responder se esta baixa densidade é o suficiente para a persistência desta espécie a longo prazo tanto neste, quanto em outros ambientes áridos onde ela ocorre.

Palavras-chave
Ambientes áridos; Brasil; Densidade; Jaguatirica; SECR

Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Departamento de Biologia Vegetal - Instituto de Biologia, UNICAMP CP 6109, 13083-970 - Campinas/SP, Tel.: (+55 19) 3521-6166, Fax: (+55 19) 3521-6168 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: contato@biotaneotropica.org.br