Diferentes substratos para a produção de mudas de Sesbania virgata

Different substrates for the production of Sesbania virgata seedlings

Resumos

A produção de mudas de espécies florestais nativas visa a atender aos plantios, principalmente para fins ambientais, tais como a recuperação de áreas degradadas. Para intensificar os conhecimentos sobre espécies com potencial de recuperação de áreas degradadas, este trabalho teve como objetivo avaliar a utilização de diferentes substratos no crescimento de mudas de Sesbania virgata (Cav.) Pers. Os tratamentos foram formulados utilizando-se lodo de esgoto, fibra de coco, vermiculita e casca de arroz in natura, além do substrato comercial. As mudas foram produzidas em tubetes com capacidade para 120 cm³. O estudo foi constituído de 14 tratamentos, com cinco repetições de cinco mudas cada, totalizando 25 plantas cada tratamento. Após 150 dias da semeadura, foram avaliadas as seguintes características nas mudas: altura; diâmetro do coleto; relação entre a altura da parte aérea e o diâmetro do coleto; massa seca da parte aérea; massa seca do sistema radicular; massa seca total; relação entre a massa seca da parte aérea e a massa seca do sistema radicular, e índice de qualidade de Dickson. Os tratamentos que continham lodo de esgoto e vermiculita em sua composição, sobretudo o tratamento T6 (60% lodo de esgoto + 40% vermiculita), proporcionaram o melhor crescimento das características morfológicas das mudas de Sesbania virgata.

caraterísticas morfológicas; qualidade de mudas; resíduos


The native seedlings production aims to attend plantings, mainly for environmental purposes, such as the recovery of degraded areas. To enhance the knowledge about species with potential for recovery of degraded areas, this study aimed to evaluate the use of different substrates on the growth of seedlings of Sesbania virgata (Cav.) Pers. The treatments were formulated using sewage sludge, coconut fiber, vermiculite and rice husk in natura, besides the commercial substrate. The seedlings were grown in plastic tubes with a capacity of 120 cm³. The study consisted of fourteen treatments, with five replicates of five seedlings each, in a total of 25 plants per treatment. After 150 days of sowing, the following characteristics were evaluated in seedling: height, stem base diameter, the relation between height and the stem base diameter, shoot dry matter, root dry matter, total dry matter, the relation between the shoot dry matter and root dry matter and Dickson quality index. The treatments containing sewage sludge and vermiculite in its composition, particularly the treatment T6 (60% sewage sludge + 40% vermiculite), provided the best growth of morphological characteristics of seedlings of Sesbania virgata.

morphological characteristics; seedling quality; waste


  • Artur AG, Cruz MCP, Ferreira ME, Barretto VCM, Yagi R. Esterco bovino e calagem para formação de mudas de guanandi. Pesquisa Agropecuária Brasileira 2007; 42(6): 843-850. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2007000600011
  • Birchler T, Rose RW, Royo A, Pardos M. La planta ideal: revision del concepto, parametros definitorios e implementaction practica. Investigacion Agraria, Sistemas y Recursos Forestales 1998; 7(1-2): 109-121.
  • Brasil. Ministério do Meio Ambiente. Resolução CONAMA n. 375, de 29 de agosto de 2006. Define critérios e procedimentos, para o uso agrícola de lodos de esgoto gerados em estações de tratamento de esgoto sanitário e seus produtos derivados, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF (2006 ago. 30). [cited 2013 mar 20]. Available from: http://www.mma.gov.br
  • Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA. Instrução normativa SDA n. 17. Métodos analíticos oficiais para análise de substratos para plantas e condicionadores de solo. Diário Oficial da União, Brasília, DF (2007 maio 24).
  • Bunt AC. Some physical and chemical characteristics of leomless Pat-plant substrates and their relation to plant growth. Plant and Soil 1973; 38: 1954.
  • Burnett AN. New methods for measuring root growth capacity: their value in assessing lodgepole pine stock quality. Canadian Journal of Forest Research 1979; 9: 63-67. http://dx.doi.org/10.1139/x79-011
  • Caldeira MVW, Peroni L, Gomes DR, Delarmelina WM, Trazzi PA. Diferentes proporções de biossólido na composição de substratos para a produção de mudas de timbó (Ateleia glazioveana Baill). Scientia Forestalis 2012; 40(93): 15-022.
  • Caldeira MVW, Rosa GN, Fenilli TAB, Harbs RMP. Composto orgânico na produção de mudas de aroeira-vermelha. Scientia Agraria 2008; 9(1): 27-33.
  • Caldeira MVW, Schumacher MV, Barichello LR, Vogel HLM, Oliveira LS. Crescimento de mudas de Eucalyptus saligna Smith em função de diferentes doses de vermicomposto. Revista Floresta 2000; 28(1-2): 19-30.
  • Carneiro JGA. Produção e controle de qualidade de mudas florestais Curitiba: UFPR:FUPEF; 1995.
  • Chaves LLB, Carneiro JGA, Barroso DG, Leles PSS. Efeitos da inoculação com rizóbio e da adubação nitrogenada na produção de mudas de Sesbania em substrato constituído de resíduos agroindustriais. Revista Árvore 2003; 27(4): 443-449. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622003000400004
  • Coutinho MP, Carneiro JGA, Barroso DG, Rodrigues LA, Figueiredo FAMM, Mendonça AVR, et al. Crescimento de mudas de Sesbania virgata (Cav.) Pers. plantadas em uma área degradada por extração de argila. Floresta 2005; 35(2): 231-239.
  • Coutinho MP, Carneiro JGA, Barroso DG, Rodrigues LA, Siqueira J. Substrato de cavas de extração de argila enriquecido com subprodutos agroindustriais e urbanos para produção de mudas de sesbânia. Revista Árvore 2006; 30(1): 147-153. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000100018
  • Cruz CAF. Efeito da adubação nitrogenada na produção de mudas de Sete-Cascas [Samanea inopinata (Harms) Ducke]. Revista Árvore 2006; 30(4): 537-546. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000400006
  • Daniel O, Vitorino ACT, Alovisi AA, Mazzochin L, Tokura AM, Pinheiro ER, et al. Aplicação de fósforo em mudas de Acacia mangium Willd. Revista Árvore 1997; 21(2): 163-168.
  • Delarmelina WM, Caldeira MVW, Faria JCT, Gonçalves EO. Uso de lodo de esgoto e resíduos orgânicos no crescimento de mudas de Sesbania virgata (Cav.) Pers. Revista Agro@mbiente 2013; 7(2): 184-192.
  • Dickson A, Leaf AL, Hosner JF. Quality appraisal of while spruce and white pine seedling stock in nurseries. Forestry Chronicle 1960; 36: 11-13.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes Brasília; 2009. Embrapa Informação Tecnológica.
  • Fonseca EP, Valéri SV, Miglioranza E, Fonseca NAN, Couto L. Padrão de qualidade de mudas de Trema micrantha (L.) Blume, produzidas sob diferentes períodos de sombreamento. Revista Árvore 2002; 26(4): 515-523. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622002000400015
  • Gomes DR, Caldeira MVW, Delarmelina WM, Gonçalves EO, Trazzi PA. Lodo de esgoto como substrato para produção de mudas de Tectona grandis L. Cerne 2013; 19(1): 123-131. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-77602013000100015
  • Gomes JM, Paiva HN. Viveiros florestais: propagação sexuada. Viçosa: UFV; 2006.
  • Gonçalves JLM, Santarelli EG, Moraes SP No, Manara MP. Produção de mudas de espécies nativas: substrato, nutrição, sombreamento e fertilização. In: Gonçalves JLM, Benedetti V, editors. Nutrição e fertilização florestal Piracicaba: USP; 2000. p. 309-350.
  • Gonçalves JLM, Poggiani F. Substrato para produção de mudas florestais. In: Resumos do Congresso Latino Americano de Ciência do Solo; 1996; Águas de Lindóia. Piracicaba: Sociedade Latino Americano de Ciência do Solo; 1996. CD-ROM.
  • Hunt GA. Effect of styroblock design and cooper treatment on morphology of conifer seedlings. In: Proceedings of Target Seedling Symposium, Meeting of the Western Forest Nursery Associations; 1990; Roseburg. Fort Collins: USDA Forest Service; 1990. p. 218-222. General Technical Report RM-200.
  • Kratz D. Substratos renováveis na produção de mudas de Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage e Mimosa scabrella Benth [dissertação]. Curitiba: Universidade Federal do Paraná; 2011.
  • Maia AR, Lopes JC, Teixeira CO. Efeito do envelhecimento acelerado na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de trigo. Revista Ciência e Agrotecnologia 2007; 31(3): 678-684. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542007000300012
  • Melo WJ, Marques MO, Santiago G, Chelli RA. Efeito de doses crescentes de lodo de esgoto sobre frações da matéria orgânica e CTC de um Latossolo cultivado com cana-de-açúcar. Revista Brasileira de Ciência do Solo 1994; 18(3): 449-455.
  • Morais SMJ, Ataides PRV, Garcia DC, Kurtz FC, Oliveira OS, Watzlawick LF. Uso do lodo de esgoto da Corsan - Santa Maria (RS), comparado com outros substratos orgânicos. Sanare 1996; 6(6): 44-49.
  • Moreira FMS, Moreira FW. Característica de germinação de 64 espécies de leguminosas florestais nativas da Amazônia, em condições de viveiro. Acta Amazônica 1996; 26(1-2):3-16.
  • Nóbrega RSA, Paula AM, Boas RCV, Nóbrega JCA, Moreira FMS. Parâmetros morfológicos de mudas de Sesbania virgata (Caz.) Pers e de Anadenanthera peregrina (L.) cultivadas em substrato fertilizado com composto de lixo urbano. Revista Árvore 2008; 32(3): 597-607. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622008000300020
  • Peroni L. Substratos renováveis na produção de mudas de Eucalyptus grandis [dissertação]. Alegre: Universidade Federal do Espírito Santo; 2012.
  • Saidelles FLF, Caldeira MVW, Schirmer WN, Sperandio HV. Casca de arroz carbonizada como substrato para produção de mudas de tamboril-da-mata e garapeira. Semina: Ciências Agrárias 2009; 30(Suppl 1): 1173-1186. http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2009v30n4Sup1p1173
  • Santos DR, Moreira FMS, Siqueira JO. Fósforo, fungo micorrízico e rizóbio no crescimento, nodulação e fixação biológica do nitrogênio em Sesbania virgata (Cav.) e Sesbania rostrata (Bram). In: Anais do FertBio; 1997; Caxambu.
  • Trazzi PA. Substratos renováveis na produção de mudas de Tectona grandis Linn F [dissertação]. Jerônimo Monteiro: Universidade Federal do Espírito Santo; 2011.
  • Valeri SV, Corradini L. Fertilização em viveiros para a produção de mudas de Eucalyptus e Pinus. In: Gonçalves JLM, Benedetti V, editors. Nutrição e fertilização florestal Piracicaba: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais; 2005. p. 167-190.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    10 Jun 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2014

Histórico

  • Aceito
    07 Abr 2014
  • Recebido
    31 Jan 2012
Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Rodovia BR 465 Km 7, CEP 23897-000, Tel.: (21) 2682 0558 | (21) 3787-4033 - Seropédica - RJ - Brazil
E-mail: floram@ufrrj.br