Avaliação colorimétrica de aglomerados produzidos com partículas de madeira de Sequoia sempervirens e Pinus taeda submetidos ao intemperismo natural

Outdoor weathering evaluation of particleboards manufactured from Sequoia sempervirens and Pinus taeda wood

O objetivo do presente trabalho foi estabelecer o efeito do uso de misturas de diferentes proporções de partículas de Sequoia sempervirens e Pinus taeda nas propriedades colorimétricas de aglomerados, além de avaliar a alteração natural da cor após exposição ao intemperismo natural por seis meses. As análises colorimétricas foram realizadas através do sistema CIE-L*a*b* 1976. Os resultados indicaram uma relação direta das proporções de partículas de Sequoia sempervirens com os valores médios do pigmento vermelho (a*) e uma relação indireta com os valores do pigmento amarelo (b*). Desta maneira, a cor do produto final pode ser prevista de acordo com o controle de proporções de partículas de diferentes espécies. Contudo, a exposição do material à luz natural por quatro meses é o suficiente para afetar negativamente os pigmentos a* e b*, e tende a eliminar a diferença de cores entre os painéis.

colorimetria; aglomerados crus; CIE-L*a*b*


Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Rodovia BR 465 Km 7, CEP 23897-000, Tel.: (21) 2682 0558 | (21) 3787-4033 - Seropédica - RJ - Brazil
E-mail: floram@ufrrj.br