Um antropólogo no museu: Edgar Roquette-Pinto e o exercício da antropologia no Brasil nas primeiras décadas do século XX

An anthropologue at the museum: Edgar Roquette-Pinto and the exercise of anthropology in the first decades of the 20th century

Rita de Cássia Melo Santos Sobre o autor

Resumo

O presente artigo pretende explorar as conexões entre antropologia e museus a partir da trajetória de Edgar Roquette-Pinto. Antropólogo formado em medicina, Roquette-Pinto teve uma atuação determinante nos museus Nacional e Paulista. Nesses espaços formou coleções, elaborou catálogos e materiais de divulgação, promoveu exposições. Espera-se, por meio da análise de sua trajetória e atuação, discutir os processos de formação profissional do antropólogo na primeira metade do século XX; as fronteiras existentes na classificação dos museus como nacionais e etnográficos; bem como apontar para a função pública e política dos museus a partir da sua relação com a antropologia.

Palavras-chave:
Roquette-Pinto; antropologia; museus; exposições etnográficas

Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS UFRGS - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43321, sala 205-B, 91509-900 - Porto Alegre - RS - Brasil, Telefone (51) 3308-7165, Fax: +55 51 3308-6638 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: horizontes@ufrgs.br